segunda-feira, 30 de novembro de 2009

E ficou tudo para a última rodada...

Assistindo ontem a penúltima rodada do campeonato brasileiro de 2009 fiquei com algumas certezas:

1 - Não gosto de campeonatos por pontos corridos, pois sempre ao final do campeonato é impossível cobrar o mesmo empenho de times que vem em posições intermediárias da tabela, sem ambição alguma e acabam por facilitar a vida de determinados times gerando inclusive espaço para malas pretas/brancas e desconfianças;

2 - Se existem times cariocas na disputa, seja esta pelo título ou pela fuga do rebaixamento, este time será sempre ajudado na mão grande por arbitragens, tribunais e afins no mar de lama chamado CBF e o futebol brasileiro;

3 - Que nem sempre o melhor time vai ser o campeão, pois neste nivelamento por baixo do futebol brasileiro o time que for o "menos pior" é que vai ganhar alguma coisa (aliás, o que esperar na copa do mundo?);

4 - Árbitros de futebol se acham deuses e se colocam acima da terra e dos céus, não podem ser criticados e usam e abusam de sua "autoridade" mesmo quando estão criando situações desfavoráveis em partidas consideradas fáceis, com falta de critério (tendenciosos?) e técnica;

5 - A sorte do São Paulo que mesmo quando jogava mal (e não eram poucas as vezes que isso acontecia) parece ter se esgotado e hoje o time que era líder até a antepenultima rodada hoje corre o risco de ter que disputar a pré libertadores na Bolívia;

6 - Parafraseando o diretor Mario Gobbi, do Corínthians, futebol virou meramente "business" e cada vez mais passa a impressão de que tudo está arranjado, comprado e sem a menor graça;

7 - O técnico Mano Menezes tem mutretas com diversos jogadores do elenco do Corínthians e fica cada vez mais evidente, ou alguém pode me explicar o por que da escalação do limitadíssimo Boquita ou a insistência em não substituir o polêmico Elias durante as partidas, uma vez que segundo ele mesmo (Mano) estas partidas finais serviriam para montagem tática de um novo Corínthians e de chance para que jogadores pouco aproveitados ao longo do ano pudessem mostrar mais serviço;

8 - Neste último final de semana não era possível a realização de dois jogos na cidade de São Paulo ( Corínthians x Flamengo e Palmeiras X Atlético Mineiro) em virtude da segurança mas no próximo final de semana poderão ocorrer dois jogos decisivos no Rio de Janeiro (Botafogo x Palmeiras e Flamengo x Grêmio) sendo que nestes podemos ter um campeão brasileiro e um rebaixado ( Flamengo e Botafogo, respectivamente). Estranho não?

Resta agora aguardar e ver se a vontade da CBF, Rede Globo de televisão e milhares de rubro negros pelo Brasil irão comemorar o título brasileiro após 20 anos no próximo final de semana. E assim caminha o futebol brasileiro...

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

E a crise?

Vendas de pacotes de viagem disparam no fim de ano

Dólar barato e férias adiadas por causa da crise e da gripe suína empurraram o brasileiro

Letícia Casado, do R7

As viagens de brasileiros para o exterior neste final de ano explodiram: algumas empresas contabilizam fluxo de passageiros até 50% maior do que no ano passado. A maioria das agências já não tem vaga disponível nos pacotes de Natal e Réveillon.

O dólar barato é o principal responsável por permitir a milhares de brasileiros realizar o sonho de conhecer a Disney World. Os agentes de viagem constataram que ficou mais caro ir para um resort no nordeste brasileiro do que ir para o exterior.

As empresas facilitaram o pagamento das viagens, que podem ser feitos em até dez vezes sem juros.

Mas os agentes dizem também que a gripe suína manteve os turistas em casa no primeiro semestre desse ano, e muitos planos foram adiados para o verão. O mesmo aconteceu em 2008, quando muitas famílias desistiram de viajar com medo do que poderia acontecer por causa da crise.

Os destinos mais procurados pelos clientes das agências entrevistadas são Orlando, Miami e Nova York.

A Stella Barros, uma das maiores empresas do setor, registrou aumento de 30% na procura pelos pacotes. Claudia Abrahão, diretora executiva do grupo, conta que “já não existe lugar em voo nenhum e há fila de espera” para alguns.

- O pessoal que ia viajar em julho acabou adiando e está indo agora. É até mesmo desesperador. Tem gente indo pra Nova York pra chegar em Orlando.

Na Stella Barros os pacotes para a Disney no fim de dezembro com tudo incluso custam cerca de R$ 6.167 (US$ 3.556).

Como as viagens são pagas em dólar e o real está valorizado, as empresas tiveram um aumento médio de 10% no faturamento, ganhando muito mais pela quantidade de clientes do que pelo lucro dos pacotes.

Tatiana Nadal, diretora comercial da SanCaTur, rede de lojas no ABC paulista, diz que o grupo teve que trabalhar muito para faturar 20% a mais do que no ano passado. E que o número de passageiros aumentou em 50% em relação ao fim de 2008.

- Se tivéssemos isso no ano passado, teríamos ganhado muito mais.

A Continental Tur é outro exemplo dessa explosão no turismo americano que os brasileiros estão promovendo. Está localizada em São Bernardo do Campo, conta com apenas uma unidade, mas também já não tem mais vagas para vender nos pacotes de dez ou 15 dias em dezembro.

A proprietária, Rosane Mariza, conta que as excursões para Orlando e Miami custam por volta de R$ 4.800 (US$ 2.800), mas é difícil conseguir vaga em saídas até fevereiro de 2010.

- Tem bastante procura para os Estados Unidos por causa do dólar, e a gente não tem nem lugar. Para a Europa, a explosão vai começar em janeiro e fevereiro, que é alta estação.

A rede CVC também está sem vagas nas excursões de Natal e Réveillon para Miami e Orlando. Lá os pacotes custavam a partir de R$ 2.400 (U$1.400).

A diretora da CVC da Avenida 9 de Julho, em São Paulo, Luciana Fioroni, conta que na sua loja os pacotes acabaram mais cedo do que era esperado.

A unidade abriu em maio de 2009, e as vendas já aumentaram 35% desde então. O faturamento cresceu 40% em relação ao primeiro mês de funcionamento – em grande parte, por conta das vendas desse fim de ano, que fizeram a alegria do setor de turismo brasileiro.

Deixa que eu deixo?!

Com base na última rodada do Campeonato Brasileiro, não tenho dúvidas de que a frase que dá o título ao post de hoje é mais do verdadeira! Impossível acreditar que no atual estágio do campeonato, um time tem a chance de vencer e abrir vantagem, se tornando o primeiro colocado e deixa essa chance se esvair pelos dedos! E olha que não é um privilégio desta rodada mas tem sido a tônica do campeonato.

O exemplo crasso para o que eu estou tentando falar aqui é o time do Palmeiras, que liderou o campeonato por aproximadamente 19 rodadas ( não lembro o número exato mas não foge muito disso, para mais ou para menos) e teve inúmeras chances de aumentar sua vantagem em relação aos outros times e hoje briga pra se manter apenas na quarta colocação. Neste final de semana foi o Flamengo que não quis tomar a liderança...o Atlético Mineiro também deixou a vantagem escapar e hoje nem figura entre os pretendentes às vagas para a Copa Santander Libertadores, exemplos é o que não falta.

Diante dos fatos, é bem provável que o São Paulo seja mais uma vez campeão, não por méritos próprios nem por estar jogando o fino da bola, mas por manter o estigma de time sortudo e que sempre que chega na frente se mantém, de uma maneira ou de outra. Agora é esperar as duas últimas rodadas e ver o que acontece.

E assim caminha o futebol brasileiro...

sábado, 21 de novembro de 2009

Existe lisura no futebol moderno?

Dadas as recentes declarações feitas pelos dirigentes europeus sobre esquemas de favorecimento em jogos de futebol e sites de apostas no velho continente, fica ai a pergunta do título do post: existe alguma lisura no futebol (esporte?!) dos dias de hoje?

O esquema desarticulado por autoridades européias envolve mais de 200 partidas em diversas competições do velho continente, incluindo-se ai Copa dos Campeões, Copa da Uefa e outros. O grosso entretanto parece ter ficado em sites de aposta alemães. Com estes esquemas, diversos resultados podem ter sido "arranjados"para favorecimento ilícito. Vale ressaltar que temos muitas pessoas envolvidas, entre dirigentes, técnicos, jogadores e apostadores e algumas destas já foram inclusive presas. Nos faz lembrar o que houve no campeonato brasileiro de 2005, quando houve uma denúncia referente à apostas e resultados arrumados, tivemos ainda remarcação de partidas e todos sabemos o que houve no final.

Será que podemos acreditar em algum resultado esportivo hoje em dia? Tudo que envolve dinheiro, patrocinadores, apostas e etc me faz pensar que não. Quase todo dia vemos ainda casos de doping, malas brancas, resultados arrumados, favorecimentos em tribunais esportivos e isso tem me feito pensar muito se vale a pena ficar estressando, gastando tempo e dinheiro com ingressos, uniformes e etc sabendo que no final nem sempre o resultado foi o que o jogo deveria representar. Isso por que muitas vezes eu pensava que só acontecia por aqui.

E assim caminha a mediocridade...

quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Aquário de São Paulo

Se você é, assim como eu, curioso de mão cheia e está sempre com vontade de fazer algumas atividades diferentes, aqui vai mais uma sugestão para quem está na cidade de São Paulo: o Aquário de São Paulo. O Aquário de São Paulo está localizado na Zona Sul da Cidade de São Paulo, no bairro do Ipiranga, à Rua Huet Bacelar, 407.

Direto do site do aquário: "Inaugurado em 06 de julho de 2006, o Aquário de São Paulo é o primeiro temático da América do Sul. Hoje, totalmente reformulado, reabriu suas portas com novas alas e atrações, através de um empreendimento ousado e repleto de curiosidades. Com uma nova construção que o qualifica como o maior oceanário da América do Sul com mais de um milhão de litros de água do mar, o aquário paulistano apresenta novas atrações. Dos tubarões aos pinguins e raposas voadoras."

O local não é grande, até por isso achei um pouco cara a entrada (R$ 20,00 por pessoa com possibilidade de meia entrada observadas as condições necessárias) mas é muito bem distribuído e possui uma grande diversidade de peixes e animais de nossa fauna marinha/aquática. Dentre os destaques, tubarões, arraias e pinguins fazem a alegria do pessoal. Até uma réplica do interior de um submarino e de um navio fazem o local ser diferente do convencional. Outro diferencial é a possibilidade de agendamento de visitas noturnas guiadas pelo aquário, onde você poderá observar os hábitos noturnos das espécies presentes no aquário. O local conta ainda com réplicas de homens das cavernas e dinossauros, contando um pouco da evoluções do ser humano e do meio ambiente em geral.

É um passeio que irá agradar a adultos e crianças e que pode ser uma alternativa dentro da cidade de São Paulo para fugir nesta época de amontoação em shoppings e lugares de comércio tendo em vista o final do ano. Para maiores informações acessem o site do Aquário aqui ou liguem para o telefone (011) 2273 5500.

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

Vergonha nacional

O apagão que atingiu diversas cidades brasileiras na noite desta terça feira foi destaque na imprenssa mundial no dia de hoje. Os principais sites, canais de televisão e publicações jornalísticas comentaram e repercutiram o acontecido. Segundo informações oficiais, um problema atmosférico (ainda não detalhado) causou desligamento total da usina de Itaipú no Paraná.

Num momento onde o país parece estar exatasiado com as "conquistas" do direito de sediar eventos esportivos da magnitude de uma copa do mundo e dos jogos olímpicos, muito investimento básico fica pra trás diante das cifras astronômicas que irão construir alojamentos e arenas esportivas pelo país afora. O mais impressionante é que o governo da marolinha (nosso molusco que nada ouve e nada vê, quando lhe convem) que sempre bateu no peito dizendo que não haveriam apagões, que tiraria o povo da miséria entre tantas outras falácias se coloca acima de tudo fazendo vistas grossas às estruturas básicas que o país mantém de forma precária (leia-se saúde, educação, energia, etc.) e se diz plenamente convencido da capacidade do país em sediar tais eventos. Seria uma epidemia de cegueira coletiva, assim como no livro/filme "Ensaios sobre a Cegueira"?

Vamos aguardar a tal reunião agendada as pressas em Brasília para comentarmos os possíveis desdobramentos do episódio, mais um dentre os muitos que iremos realatar por aqui ...

segunda-feira, 9 de novembro de 2009

Um ode ao preconceito explícito

É com certa estranheza que li neste final de semana e ouvi com mais clareza nesta manhã pelo rádio que a tal faculdadezinha do ABC optou pela expulsão da "aluna do vestido curto", a estudante de turismo Geisy Arruda. Esta faculdade nunca foi conhecida do grande público, seja pela qualidade de ensino ou por seus formandos mas agora tem seu nome repetidamente nos notíciarios e jornais em geral. Sinceramente, é muita hipocrisia! Me parece muito mais optar pela saida mais fácil e pelo preconceito explícito deixando a mensagem de que a violência e truculência tem vez nas manifestações estudantis da referida instituição.

Não é necessário nem que se ouça o que a faculdade tem a dizer, mas esta em optar por manter um bando de selvagens entre seus alunos, que por pouco não se tornaram agressores e/ou estupradores dizendo que os mesmos são "defensores da ética e da dignidade acadêmica" perdeu qualquer razão na atitude perante a aluna humilhada. Se já houveram incidentes anteriores com a garota, a mesma já fora repreendida com alguma advertência e/ou suspensão? Ao menos está foi orientada de que sua forma de se vestir e/ou portar feria algum princípio da universidade? É de se questionar a atitude. Assim como a manifestação da UNE, me parece que nós somos culpados por portarmos celulares e/ou nossa carteira quando somos assaltados ou a moça é culpada de ser estuprada quando esta é vitima de tamanha violência por estar usando uma roupa mais provocante. Estamos voltando para a era das trevas e/ou das cavernas?

Sei que o post foge um pouco ao propósito do blog mas não consegui ficar alheio ao acontecimendo. E depois ainda dizem que vivemos em sociedade, que a universidade é o local para celebrarmos as diferenças e que as pessoas que estão cursando o ensino superior são mais cultas e/ou tem mais educação que as demais. E viva a mediocridade.

sexta-feira, 6 de novembro de 2009

Música homenageando a paz

Ontem tivemos uma comemoração em Berlim que eu não sei bem ao certo o por que mas me deixou um pouco emocionado. Nem sei bem por que deveria comentar isto aqui no blog, mas aqui estou. Acho que me fez lembrar um pouco de minha viagem que fiz por terras européias em 2008, me deixando muitas saudades e a certeza de que eu quero e muito voltar pra lá um dia. Voltemos ao assunto principal do post.

Ao redor do Portão de Brandenburgo, milhares de alemães (ou não) curtiram um show do U2 que comemorava antecipadamente os 20 anos da queda do muro de Berlim (a data será comemorada oficialmente na segunda feira onde estarão presentes a chanceler alemã, Angela Merkel, além de dos chefes de Estado e do Governo da União Europeia (UE), dos Estados Unidos e da Rússia.). Durante meia hora Bono Vox e sua trupe cantaram músicas e falaram de paz. O evento faz parte também do MTV Video Music Awards Europe a ser entregue nesta noite lá mesmo. Foram 10 mil ingressos distribuídos pela internet, que se esgotaram em não mais que 3 horas.

Eventos como este, com objetivos de celebrar a paz e a queda de ditaduras e horrores nos enchem de esperança para que quem sabe um dia o mundo possa ser um lugar melhor, mesmo é claro com todos os interesses comerciais envolvidos também. Mas mas do que isso, povoam meus sonhos de viagens e de conhecer outros lugares e culturas, entender sua história e celebrar as diferenças.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Mudanças da fórmula 1 pra 2010

Após a última etapa do mundial, extremamente chata e sem atrativos uma vez que já tínhamos a definição do campeão e estávamos carecas de saber que a Red Bull vinha em melhor momento que a Brawn GP (fazendo com que Vettel fosse o vice campeão e Rubinho o terceiro colocado no mundial de pilotos), tivemos algumas "novidades"que irão movimentar o padock o ano que vem.

Primeiro, antes mesmo do último GP, ou melhor, durante o seu final de semana ficamos sabendo que o sobrenome Senna estará de volta ao grid de largada no ano que vem. Bruno, sobrinho de Ayrton Senna, assinou contrato com a novata Campos. Sendo assim, teremos 3 pilotos brasucas na categoria. Aliás, isto me lembra de outra novidade, não tão nova assim, que ano que vem teremos 4 novas equipes: Campos, Manor, Lotus (se é que podemos chamar de nova) e a USF.

Segundo, as mudanças no calendário da fórmula 1, com a inclusão das provas do Canadá e da Inglaterra além da mudança na ordem das duas últimas corridas do campeonato, fazendo com que Interlagos se torne a última corrida do campeonato ( a meu ver perderemos muito com isso pois teremos então uma prova provavelmente descompromissada com tudo pois até lá é bem provável que tenhamos o campeão definido.

Terceiro, a dança das cadeiras das equipes, onde a mudança mais significativa para nós brasileiros é a assinatura de contrato de Rubens Barrichello com a Willians para a temporada 2010 e com opção de continuidade em 2011. O cara é insistente e diz que mudou pra lá pois era um sonho de criança e terá um carro competitivo. Aliás, a história do carro nos leva a uma nova mudança.

Quarto, os carros sofrerão enormes mudanças na próxima temporada com a mudança na regra com a extinção do reabastecimento. Sendo assim, os carros serão maiores e terão um grande tanque de combustível para rodarem até o final das provas sem problemas. E isto modificará também a etapa de treinos classificatórios, que terão o mínimo de combustível e os pilotos serão mais rápido na definição do pole position. Ponto pra Rubinho que dentre os pilotos atuais da Fórmula 1 já tem experiência com este tipo de situação pois a viveu em 1993 nesta mesma fórmula 1. E mais, as equipes acordaram que não irão utilizar o Kers na temporada que vem, mesmo o equipamento sendo permitido pela FIA e pelo regulamento.

Por último, um anúncio que a meu ver não irá deixar muita saudade: a montadora Toyota anunciou ontem que está deixando a fórmula 1. O único porém desta notícia é o bom piloto japonês Kobayashi que vinha mostrando um excelente desempenho nas ultimas duas corridas do campeonato e que com esta notícia está oficialmente desempregado agora.

Ao que me parece, todas as mudanças, sejam de regras, entradas de novas equipes e pilotos, vem em conjunto com a busca por uma maior emoção e resgate do prestígio da categoria por parte da FIA. Vamos ver se o objetivo será alcançado, pois este ano ao menos tivemos novas equipes bagunçando o coreto e uma das caçulas sendo campeã. E que venha 2010.