terça-feira, 21 de abril de 2020

Kingdom: Melhor e Mais Relevante do Que Nunca!

Hoje vou pedir licença a todos meus leitores para escrever sobre um assunto um pouco diferente do que eu tenho postado aqui, que são os vinhos e todo seu universo. No entanto, em face desta crise que a pandemia gerada por este vírus tem gerado, todos tivemos que buscar motivação e distração durante tempos de quarentena. Por aqui, já se vão quase 40 dias de quase nenhuma saída, a não ser para compras de mercado e farmácia. E os filmes e as séries tem sido um pilar desta fase. Eis que a poucos dias atrás assisti uma série que, embora se passe numa época muito diferente da nossa, me fez pensar muito sobre o que estamos passando e gostaria de compartilhar com vocês, se me permitem. Hoje falaremos de Kingdom, uma série disponível no sistema de streaming Netflix.

Foto orginal em https://www.rottentomatoes.com/tv/kingdom_2019

Kingdom é uma série sul-coreana ambientada em uma Coréia feudal regida pela Dinastia Joseon, em meados do século XVI. Nesta época esta dinastia, a última na Coréia fundamentada no confucionismo, já se encontrava desgastada e enfraquecida devido a recentes ataques do vizinho Japão,  entre outros, gerando uma política ainda mais dura com relação ao isolamento e a defesa do poder do rei e da família real. Em meio a este quadro, surgem boatos do adoecimento do rei e uma série de especulações sobre seu real estado físico. A ninguém é dada a permissão para visitas ao rei, nem mesmo de seu filho e possível herdeiro, o príncipe. No entanto a rainha e seu clã, tem outros planos de dominação política e social do que simplesmente levar ao trono o filho primogênito do rei. Com este pano de fundo de disputa política, descobre-se que na verdade uma praga que transforma humanos em zumbis tem se alastrado pela região e cabe ao príncipe herdeiro, agora tratado como traidor, desvendar e levar a dinastia a mais uma vitória.

Em linhas gerais, esta é a trama da série, que conta atualmente com duas temporadas (estamos na torcida pela terceira, é claro). Pode parecer boba ou simplista, talvez minha habilidade com as palavras não faça jus ao tanto que eu entendo que  série é boa e relevante mas, meu intuito aqui é fazer com que mais pessoas assistam e possam refletir sobre o atual momento vivido em alguns países do mundo. 

Você deve estar se perguntando aonde eu pretendo chegar com esta sugestão, mas a verdade é que eu vejo muito do mundo atual em que vivemos em convergência de idéias com o que eu vi na telinha. Uma praga (pandemia, por que não?) como pano de fundo para que políticos em países como o Brasil e EUA (apenas dois exemplos, mas tenho visto disputas em diversos outros) enveredem em suas batalhas particulares em busca de manutenção ou ascensão ao poder. O povo quarentenado e cada vez mais isolado, amedrontado e polarizado em torno de suas próprias crenças. Enfim, me parece que são muitas semelhanças com o que estamos passando que me fez parar para pensar sobre aonde iremos chegar no fim deste período sombrio que a nossa história impos, quando se levantarem as restrições e a vida voltar ao que chamaremos de normal daqui pra frente. As consequências sócio-econômicas advindas desta crise e as vidas que a mesma vai levar. E este foi o motivo pelo qual eu quis compartilhar este sentimento com vocês.

Em tempos de distanciamento físico, a internet e suas mídias sociais (acho que o blog entra ai também) são uma maneira de nos manter mais próximos e, precisando desabafar e conversar sobre diversos assuntos, devo usar mais estas ferramentas que estão ao meu alcance. Espero que continuem comigo, sem levar em conta que o assunto fugiu um pouco do que eu vinha me propondo por aqui. Se tiverem alguma idéia ou assunto que quiserem ver por aqui, deixem comentários abaixo.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário