quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021

Mercado de vinhos celebra expansão recorde em 2020

O ano de 2020, marcado por uma pandemia sem precedentes (???) na história, cobrou um alto pedágio da maioria das pessoas, fisicamente, emocionalmente, financeiramente e de vários outros aspectos da vida de cada um, de maneira única e sem comprações. E uma das coisas que percebi comigo, e que depois vim a confirmar com uma matéria que irei compartilhar com vocês abaixo é que, infelizmente (ou não, ainda não consegui me decidir), houve um grande aumento no consumo de vinho (álcool em geral, em alguns casos mais específicos).



Dados da Ideal Consulting mostraram que o consumo de vinhos cresceu 20% no Brasil em 2020, expansão recorde para este determinado período (um ano), passando de 2,1 litros por habitante para 2,7. Uma das razões para esse salto foi a pandemia de Covid-19. Com a necessidade de ficar mais tempo em casa e o fechamento de bares e restaurantes durante um período do ano, o investimento em bebidas mais refinadas e a mudança de hábitos fizeram o consumo de vinho ir de vento em popa. Dados da OVI (The International Organisation of Vine and Wine) já apontavam o Brasil como um mercado crescente nos últimos anos, porém foi apenas em 2019 que o país ultrapassou a marca de 2 litros/habitante.

Essa tendência também foi observada pelo comércio. Jonas Martins, diretor comercial da MMV Importadora de Vinhos, relata que o mercado esteve aquecido durante o ano todo. “Se lá em março alguém me dissesse que venderíamos o quanto vendemos em 2020, eu diria que esta pessoa estava maluca”, celebra Jonas.

Ele relata que o faturamento da MMV em 2020 superou os de 2017/18/19 juntos. A empresa já estava em processo de expansão, mesmo antes da pandemia. Houve um grande aumento de portfólio, especialmente com vinhos portugueses e vinhos argentinos orgânicos e biodinâmicos, além dos rótulos tradicionais que já faziam sucesso no mercado brasileiro, com vinhos que alinham qualidade e preços muito acessíveis.

A boa “maré” inclusive levou Jonas Martins, que também é sommelier, a colocar em prática um sonho antigo: abrir um Wine Bar em Curitiba. Mesmo com muitos comércios de gastronomia sofrendo com sanções durante a pandemia, Martins observou que aquele seria o momento ideal para realizar esse investimento, aproveitando uma futura abertura de mercado e o aumento do consumo por parte do público.

Assim surgiu o Balbino & Martins Loja e Bar de Vinhos, localizado na Avenida Iguaçu, 1274, no Rebouças, em Curitiba. Mais do que uma loja de vinhos ou um bar, o Balbino & Martins traz uma experiência completa no mundo dos vinhos, com degustação, gastronomia e assessoria para quem deseja uma boa imersão.

A tendência é que o consumo de vinhos em 2021 siga na crescente.

E vocês, o que podem dizer a respeito do consumo de vinho/álcool por ai? Aumentou, diminuiu, ficou igual?