sexta-feira, 27 de fevereiro de 2009

Fim dos Tempos ?!


Estou aqui de volta para falar sobre um filme que eu assisti durante o feriado de carnaval e que realmente me fez pensar, o que é raro num filme hoje em dia. Não que eu seja muito exigente nem nada disso mas hoje em dia os filmes não nos fazem pensar sobre o tema principal do filme nem sobre as possíveis lições que podemos tirar deles.

Voltando ao foco do post, o filme se chama “ Fim dos Tempos”, dirigido por M. Night Shyamalan e que em linhas gerais trata da reação da natureza frente a destruição outrora causada a ela pela humanidade em geral. Pelo menos esta é a lição que eu tirei deste filme, podem haver outras mais complexas mas como eu sempre digo, esta é a minha humilde opinião. Entendo que ele discute também outros pontos como a instituição do casamento e as relações humanas, mas quero me focar principalmente a natureza neste ponto da discussão sobre o filme.

O que realmente me fez pensar é o que realmente estamos causando a natureza, quais os malefícios de seu uso incorreto pode vir a nos acarretar no futuro, o que podemos esperar do futuro e da natureza? Muito se é alardeado sobre o fim dos recursos naturais e coisas do gênero mas até hoje eu não tinha realmente parado pra pensar nisso da maneira que a situação requeria. E para minha surpresa este filme me fez parar, mesmo que por uma hora e meia aproximadamente , e refletir sobre o que nós seres humanos estamos fazendo com este bem que nos foi oferecido.

Eu não sou um naturalista de mão cheia nem tão pouco vegetariano ou coisas assim porém eu percebi que existem pequenas atitudes que podemos tomar que nos ajudarão a preservar nosso meio ambiente de uma maneira que possamos viver em harmonia com a natureza e que as próximas gerações também o farão. Acho que este é o principal ponto a ser discutido, pois nossa geração ainda está a salvo e poderá contar com a existência da natureza tal qual ela é hoje mas o mesmo não se pode dizer com certeza das próximas gerações e eu, assim como muitos que irão ler este post, ainda pensam em ter filhos e perpetuar a família, não é mesmo?

Fica então a sugestão de filme para assistir e refletir um pouco, e assim que tiverem uma opinião os convido a virem aqui e dividi-la comigo, o intuito principal pelo qual criei este blog.

Abraços e beijos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário