quarta-feira, 25 de fevereiro de 2009

Fritura dos técnicos de futebol

Escrevo este post enquanto acompanho a partida entre Liverpool e Real Madrid pela Copa dos Campeões da Europa (UEFA Champions League), jogo de ida das oitavas de final e disputado no campo do time espanhol, o Santiago Bernabeu.

Sobre este jogo o que posso dizer é que o time do Real Madrid, apesar da excelente campanha que se iniciou após a contrataçao do técnico Juande Ramos e o clássico contra o Barcelona pelo campeonato espanhol, é um time extremamente dependente do jogador holandês Robben e que, quando tem seus alas muito bem marcados como neste jogo, enfrenta grandes dificuldades em criar jogadas de gol. Além disso, o Robben não é um jogador muito confiável pois passa grandes períodos da temporada contundido. Finalmente não é um time que conta com minha simpatia pois sou torcedor do Barcelona quando se trata de futebol espanhol.

Mas o intuito deste post é discutir até que ponto o grupo de jogadores de um time de futebol pode criar um ambiente desfavorável ao seu técnico ao ponto deste ser demitido de forma sumária mesmo com uma campanha consideravelmente boa. Estou falando da relação Felipão e Chelsea, que segundo dizem as más línguas azedou e muito por causa da relação com jogadores como Drogba e Ballack, líderes de parte do elenco e que não concordavam com a maioria das decisões e idéias que o Felipão tinha para a escalação do time. Como dizem popularmente, Felipão foi fritado por parte do elenco do Chelsea. Um dos erros apontados pelos próprios jogadores era a não escalação de Drogba em conjunto com o também centroavante Anelka. Eu digo isso também por que agora o time volta a apresentar um futebol melhor (escalando os dois atacantes juntos), vencendo inclusive seu jogo de ida pela copa dos campeões contra a velha senhora, a Juventus da Itália. Esta situação me remete principalmente ao futebol brasileiro que não tem por tradição a manutenção dos técnicos mesmo coom resultados consideráveis. Isto já aconteceu no Corínthians na era Émerson Leão, no Palmeiras de Caio Júnior ou mesmo o Santos de Cuca para citar exemplos recentes. Até que ponto os jogadores podem/devem fazer corpo mole e como combater este mal do futebol? Fica aí uma pergunta para discutirmos, dê sua opnião.

Em tempo, o Real Madrid perdeu seu jogo por 0 x 1, gol de Benayoun.

Um comentário:

  1. E eu só esperando o jogo acabar... rsrsrs
    Que inferrrrrrrnooooo hauhauahua

    Mi

    ResponderExcluir