quarta-feira, 20 de junho de 2018

Champanhe para se beber no espaço, ele existe!!

Nenhum ser humano esteve na lua desde 1972. Talvez porque seja um longo voo para lá, ou talvez por que o álcool não viaje bem em naves espaciais? Felizmente, algumas marcas presunçosas têm trabalhado arduamente tentando preencher esse vazio. No início deste ano, uma cervejaria australiana lançou uma campanha de crowdfunding para concluir o trabalho em uma garrafa de cerveja que pode ser bebido no espaço. Mas para aqueles que preferem beber mais do que uma Bud (outra marca que se comprometeu com viagens interplanetárias), a produtora de Champanhe Maison Mumm prometeu que vai revelar uma garrafa de Champanhe feita para se beber no espaço.


Programado para ser lançado em setembro, o Mumm Grand Cordon Stellar é anunciado como “um avanço revolucionário da tecnologia que possibilita que astronautas e outros viajantes espaciais desfrutem de Champanhe no ambiente desafiador da gravidade zero”. Claro, isso é mais fácil dizer do que faze-lo na prática. No entanto, a Mumm afirma que a nova garrafa é o resultado de uma parceria de três anos com uma startup de design focada especificamente em objetos para uso no espaço chamada Spade. "Em vez de ver a gravidade zero como um problema a ser resolvido, olhamos para isso como uma possibilidade de projeto", disse o fundador da Spade, Octave de Gaulle. “O grande desafio de design para o Mumm Grand Cordon Stellar foi realmente tirar o líquido da garrafa.”

Para resolver esse problema, a garrafa com gravidade zero aparentemente utiliza o próprio gás natural do Champagne “para expelir o líquido em uma estrutura em forma de anel, onde ele é concentrado em uma gotícula de bolhas” que “pode ser passado para alguém e liberado o ar, onde flutua até se juntar em um vidro especialmente projetado ”, explica Mumm.

Se isso soa estranho, a explicação fica ainda mais estranha. Aparentemente, essas “gotículas” têm a aparência de “uma bola de espuma efervescente” até que ela entre na boca do consumidor, onde então retorna a uma forma mais líquida. "É uma sensação muito surpreendente", disse o enólogo da Mumm, Didier Mariotti. “Por causa da gravidade zero, o líquido reveste instantaneamente todo o interior da boca, ampliando as sensações gustativas. Há menos efervescência e mais redondeza e generosidade, permitindo que o vinho se expresse plenamente. ”

Por sorte, a Mumm facilita muito a visualização desses brindes de champanhe com um vídeo filmado em um vôo de teste de gravidade zero. Veja abaixo:


Embora a coisa toda claramente tenha todas as características de um golpe de publicidade, a Mumm sugere que seu novo Grand Cordon Stellar “deve ser servido em breve para os participantes nos voos de gravidade zero organizados pela Air Zero G, enquanto as discussões estão em andamento para fornecê-lo no futuro para missões no espaço e vôos espaciais comerciais. ”E sejamos honestos, se você tem dinheiro para voos comerciais, provavelmente está acostumado a beber muito champanhe… então essa pode ser a inovação que você estava esperando.

Até o próximo!



Matéria original veiculada em www.foodandwine.com/news

Nenhum comentário:

Postar um comentário