quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Bruma del estrecho 2014

A Bodegas Viña Elena, produtora do vinho de hoje, foi fundada em 1948 em Múrcia, na Espanha, por Francisco Pacheco, que começou a fazer vinho em uma modesta prensa no lagar de sua casa e que, mais tarde, passou para as mãos de seu filho, Paco Pacheco. Atualmente é a terceira geração que vem tocando este negócio familiar e com muita paixão pelo vinho. A principal variedade da área é a uva Monastrell, que encontra o seu habitat nesta área, servindo três requisitos fundamentais: combinação de casta, composição do solo e do clima. Os vinhedos estão localizados em parcelas com boa orientação solar em um terreno muito rochoso, que permite boa drenagem e conservação da umidade vinda das escassas chuvas da região. O que demonstra a perfeita adaptação desta variedade para o terreno, produzindo pequenas quantidades de uvas, mas de qualidade incomparável.


Sobre o Bruma del estrecho 2014, consegui algumas poucas informações como por exemplo que o vinho é feito com uvas 100% Monastrell, nome dado às uvas Mourvedre cultivadas em Espanha e que aparentemente não tem passagem por barrica. Vamos então as impressões?

Na taça o vinho apresentou coloração rubi violácea de média para grande intensidade com bom brilho e limpidez. Lágrimas finas, espaçadas e quase sem coloração também se faziam notar.

No nariz o vinho apresentou aromas de frutos escuros, notas animais (couro), chá preto e algo de terroso.

Na boca o vinho tinha corpo médio, boa acidez e taninos macios. O retrogosto confirma o olfato e o final era de média para longa duração.

Um delicioso vinho espanhol para o dia a dia e que me pareceu um grande curinga, irá muito bem com vários tipos de comidas e tal. Eu recomendo a prova.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário