segunda-feira, 5 de março de 2018

La Ferme Rouge Odysée 2015

Criado em 1908, o Domaine de la Ferme Rouge, um domínio agrícola, é dedicado ao cultivo da vinha e da oliveira. Construído em 1933, rodeado por vinhas e oliveiras, a adega foi completamente restaurada. Mistura de arquitetura original e modernidade, as adegas da Ferme Rouge são inteiramente dedicadas à paixão pelo vinho. Desde 1998, os primeiros esforços foram feitos para reconstruir e reorganizar totalmente a fazenda. O Domaine de la Ferme Rouge goza de uma localização única no coração da região de Zaer, um importante patrimônio dos excelentes terroirs de vinho de Marrocos. A 45 km do oceano, limitado ao oeste pelos vales do barranco de Korifla e ao sul pelos sopés do Atlas Médio, o Ferme Rouge ergue-se em sucessão de colinas a 450 metros de altitude e goza sempre com uma forte influência atlântica. Um grande terroir e tantos elementos que dão finesse, estrutura e força de caráter aos vinhos do Ferme Rouge que trazem vida a uma propriedade histórica.


Falando sobre o Odyssée 2015, podemos afirmar que o vinho é produzido a partir das melhores parcelas de Viognier e Chardonnay da região de Côtes de Rommani, colhidas manualmente, vinificadas e amadurecidas em barricas de madeira de 500 litros. Foram produzidas 10000 garrafas e 500 magnums deste vinho. Vamos as impressões?

Na taça o vinho apresentou coloração ouro pálido e brilhante com reflexos esverdeados.

No nariz o vinho apresentou aromas de frutas cítricas e tropicais, manteiga, leve mentolado e um ligeiro tostado no fundo de taça.

Na boca o vinho se apresentou untuoso e com bom frescor, fazendo cada gole ser repetido com prazer. O retrogosto confirma o olfato e o final era de longa duração.

Uma bela surpresa, meu primeiro vinho marroquino provado e posso dizer, aprovado. Veio na mala diretamente de lá, quando fizemos escala em nossa mais recente viagem a Portugal. Se tiverem a oportunidade, recomendo a prova.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário