terça-feira, 31 de agosto de 2010

E a abertura da Copa vai para: Itaquera!!

Pois bem senhoras e senhores, muito pensei antes de decidir escrever sobre o assunto. Como a maioria já sabe, sou Corinthiano fanático que sorri e chora, que acompanha o time nos bons e maus momentos. Muito cético, cansei de ser feito de idiota por dirigentes sem escrúpulos com suas promessas infundadas para times dos sonhos, títulos, estádios, etc. Mas diante dos fatos que se formaram nos últimos dias com a indicação da CBF de que o futuro estádio a ser construido pelo Corínthians deverá ser a sede brasileira para abertura da Copa do Mundo de 2014, resolvi me pronunciar sobre o assunto mais uma vez, na esperança de que esta seja a derradeira.

Muita polêmica já se levantou sobre a escolha de tal projeto para a copa. De uma lado, dirigentes de clubes rivais cobram, e até com certa razão, maior clareza dos órgãos envolvidos neste processo de escolha (leia-se CBF, prefeitura, governo do estado, etc.). É verdade que um projeto desta magnitude não nasceu e se desenvolveu em apenas 3-4 dias, mas como ja era anunciado inclusive pelo presidente corinthiano, o estádio não tinha como alvo a Copa do Mundo (até por que a capacidade inicial prevista é de aproximadamente 48 mil pessoas). É claro que o apoio massivo da CBF, FIFA e governo/prefeitura acelerará todo o processo que seria muito mais moroso e talvez nem saísse daqui a dois anos, conforme prometido. Mas me estranha que na reta final dos prazos estabelecidos pela FIFA que tal projeto tenha se tornado a escolha do país sem ao menos uma vista sobre o projeto.

Já a impressa esportiva medíocre que temos neste país (leia-se pessoas como o Sr. Pretzel da rádio Bandeirantes, o sr. Juca Kfouri, o Sr. Cosme Rímoli, entre muitos outros) se mantém viva por falar mal, menosprezar e tripudiar sobre tudo que acontece com o Corínthians, seja bom ou ruim, para o clube, torcida, etc. Não sei se por inveja ou por pura necessidade de Ibope (afinal o clube da segunda maior torcida do país, a maior no estado e por ai vai realmente gera um Ibope acima do comum) mas a verdade é que estes pseudo jornalistas vivem e se nutrem de falar sempre do Corínthians, dizendo-se inclusive imparciais por força profissional (o que é a mais pura mentira, é claro).

A verdade é que, doa a quem doer, este estádio deve sair desta vez, mesmo que a fórceps, pois é a última esperança de que a maior cidade do país e quiçá da américa latina (não me refiro a tamanho físico, mas a poderia sócio-econômico) possa sediar a abertura de um evento da magnitude de uma Copa do Mundo, impulsionando a economia local e criando uma espectativa de deixar um bom legado para as gerações futuras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário