sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Marimbondos e vespas podem ajudar no processo de fermentação?


Mais um artigo que pode entrar para facilmente para o marcador de curiosidades do vinho. Eu achei até certo ponto interessante, mas eu ainda fico um pouco cético quando a mudanças no vinho ou no seu método de fermentação, pelo menos a curto prazo. Vejamos o que diz este estudo retirado originalmente do site www.thedrinksbusiness.com .



Pesquisadores da Universidade de Yale descobriram que as vespas e marimbondos transportam a levedura responsável pela fermentação da cerveja, do vinho e do pão.

O estudo, publicado recentemente na revista Proceedings of National Academy of Sciences Journal, constatou que a levedura pode viver no intestino da vespa enquanto ela hiberna durante o inverno. Quando as vespas mordem as uvas na videira, deixam para trás traços da levedura Saccharomyces cerevisiae, o que ajuda a iniciar o processo de fermentação dos bagos. Os pesquisadores usaram o sequenciamento de DNA para analisar os genes da levedura, rastreando-os de volta ao intestino das vespas.

Outros insetos e pássaros também carregam o fermento, mas as vespas desempenham um papel especial, uma vez que o transportam a levedura durante o inverno e podem transmiti-la aos seus descendentes. O estudo descobriu que as vespas também introduzem outros microorganismos para as uvas, que adicionam sabores ao vinho. De acordo com Duccio Cavalieri, professor de microbiologia da Universidade de Florença e um dos autores do estudo, o vinho não teria o mesmo sabor sem o fermento deixado para trás.

"As vespas são os melhores amigos de um amante do vinho", disse Cavalieri, que vem de uma família de produtores de vinho em Chianti. "O estudo mostra que é fundamental olhar para a conservação e o estudo da biodiversidade - tudo está ligado", acrescentou.

Os antigos romanos pareciam conhecer o papel que os insetos desempenham no processo de vinificação. Eles freqüentemente plantavam jardins ao lado de seus vinhedos para atrair vespas e outros insetos que gostavam de uvas para as vinhas.

E você leitores do Balaio, o que pensam a respeito? Deixem seus comentários e impressões sobre o assunto depois de lerem este artigo!

Até o próximo!

2 comentários:

  1. Caro Victor,
    Muito boa a postagem! A revista PNAS é uma das melhores e mais respeitadas em nossa área. Acabei de pegar o artigo para lê-lo, pois trabalho com genética de micro-organismos e o tema muito me interessa.
    Abraços,
    Flavio (www.vinhobao.blogspot.com)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Flavio,

      Obrigado pela visita e obrigado pelas palavras carinhosas. Legal que posso te ajudado em alguma coisa.
      Abração pra vc!!

      Se tiver mais novidades sobre o assunto, escreva de novo!

      Excluir