quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Crianças francesas aprendendo os pilares da vitivinicultura em Bordeaux

Apesar do assunto ser controverso, eu achei bastante interessante e mostra a preocupação do povo francês com a criação e manutenção da cultura em torno do vinho. O Bordeaux Wine Bureau (CIVB) lançou um programa chamado La Gironde Verte com escolas infantis da região, com o intuito de que as crianças com idades entre os seis e os dez anos possam ser encorajadas a aprender os primeiros passos da vitivinicultura e que sejam enviadas para ter contato com os vinhedos por lá existentes.

Com a ajuda de apostilas intituladas Mon Cahier des Vignes (Meu Livro das Vinhas, numa tradução livre), os alunos podem identificar diferentes estações do ano nas videiras assim como lhes é solicitado provar uvas para ver se estas estão maduras e  perguntas lhes são feitas pelos enólogos tais como "Qual é o seu equipamento? "e" O que você  mais gosta  e o que menos gosta sobre o seu trabalho?" Apostilas separadas são fornecidas para os professores, enólogos e prefeitos locais, explicando os objetivos do programa e o que isso significaria para criar uma Escola de Vinhos.

A iniciativa visa portanto a manutenção do patrimônio vitivinícola de Bordeaux, introduzindo os jovens para a importância econômica e social da vitivinicultura. Além disso, o objetivo também é de criar  compreensão da civilização do vinho como um todo. Tudo isso é 100% financiado pelo CIVB, que paga pelo transporte das escolas para as vinícolas e fornece materiais, a partir de folhetos e adesivos para o seguro.

Num país como o nosso, onde existe a falta de identidade cultural com o vinho é enorme, estas e outras iniciativas poderiam ser copiadas embutindo assim nas novas gerações além de conhecimento, respeito e  atitudes em relação a esta cultura do vinho. 

E você, prezado leitor, o que acha de tais iniciativas? Apóia? É contra? Deixem suas opiniões nos comentários do blog.

Até o próximo!

Um comentário: