quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Gouguenheim Malbec 2009

Sei que ando em falta com vocês, meus caros leitores, mas é que estou viajando a trabalho e o tempo disponível para escrever pra vocês é mais escasso. Sei também que vocês querem é material novo, não importa qual a desculpa, mas de qualquer jeito, peço realmente desculpas. Voltando aos vinhos degustadados para o Guia Brasil as Cegas, eis que surge mais um bom malbec argentino para o dia a dia. Evidentemente que não pesquisei o preço nem nada, mas diria que cai bem para o dia a dia. Vamos a ele.


Produzido pela Bodega Gouguenheim em Tupungato, no Vale do Uco em Mendoza, este vinho leva 100% uvas malbec em sua composição. Tem também um período de 4 meses de envelhecimento em carvalho americano e francês para amadurecimento e afinamento. Vale ressaltar que esta região é de uma secura incrível, mas também com vinhedos de altitude, uma combinação que quando bem trabalhada, pode trazer grandes vinhos. Vamos as impressões.

Na taça uma bonita cor violácea, intensa e quase impenetrável. Lágrimas finas, coloridas e rápidas ajudavam a manter a taça deveras tingida durante a degustação.

No nariz o vinho apresentou aromas de flores lembrando violetas, especiarias/temperos em pó e muita fruta escura. Ao fundo da taça ainda podíamos sentir leve achocolatado e algo de tostado. Bem interessante no nariz.

Na boca o vinho apresentou taninos finos, redondos e levemente rascantes. Boa acidez e corpo médio compunham o tripé de sustentação do vinho. Trazia no retrogosto muita furta escura e especiarias em um final de média duração. Algo lácteo pode ser sentido também. 

Vinho honesto que mesmo sem saber o preço, valeu a pena ao menos conhece-lo. Se estiver numa faixa de até 50 reais, creio que seja uma boa compra.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário