quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Simi Cabernet Sauvignon 2008

Estando nos Estados Unidos e não provar um cabernet californiano soa como um pecado, não é mesmo? Bom, eu não queria incorrer neste erro e eu tive que provar um cabernet californiano. Como não estou tendo muito tempo e degustado muitos vinhos, resolvi escrever este curto post sobre um vinho que provei. E o escolhido foi este exemplar que vem do Alexander Valley, um lugar marcado por intensa atividade geológica e que possui uma variação muito grande de solos em geral. 

Este vinho foi degustado quase a cegas, com pouquíssima informação sobre ele, mas no final acabou por se mostrar um excelente custo benefício. Não é dos mais tops nem dos mais caros, mas para o dia a dia (levando em conta os preços praticados por aqui) vale muito a pena. Feito num corte com mais de 90% de uvas cabernet sauvignon e envelhecido em carvalho francês e americano, vamos ao vinho.


De cor violácea escura, o vinho se mostrou bem vivo e brilhante, apesar de ser quase impenetrável.

No nariz, aromas de especiarias, frutas negras e algo de mentolado. Lembrança de baunilha podia ser identificado também.

Na boca bom corpo, taninos finos mas presentes e ligeiramente rascantes mas muito redondos e uma acidez interessante. Traz no retrogosto algo de chocolate e frutas negras assim como muito pimentão (assado).

Vinho interessante e bom pro dia a dia, aprovado!

Até o próximo!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário