segunda-feira, 10 de julho de 2017

Naoussa Xynomavro 2014

A Cavino Winery SA, produtora do vinho em questão, é um grupo grego que tem sua fundação ainda em meados dos anos 50 na região do Peloponeso, na Grécia, mas que passou por algumas grandes modificações em todo este caminho. Aparentemente o ano de 1999 é o que detém a marca mais recente na vinícola, quando começa a introduzir no mercado local e nos mercados internacionais vinhos de alta gama no quesito qualidade. De lá pra cá contou com uma expansão forte em mais de 26 países e construiu uma linha de engarrafamento que dizem ser o estado da arte no quesito tecnologia, com capacidade de produção de 7000 garrafas por hora. Como curiosidade, podemos ainda citar que a Cavino Winery foi eleita a melhor vinícola grega do ano de 2015 (acredite sempre desconfiando de tais "eleições).


Agora falando sobre o Naoussa Xynomavro 2014, podemos dizer que o mesmo é feito 100% com uvas Xynomavro (principal uva tinta das terras altas de Naousa na unidade regional de Imathia, e em torno de Amyntaio, na Macedônia, Grécia). O vinho estagiou em tanques de inox por 6 meses e parte do vinho teve estágio em madeira antes de ser liberado ao mercado. Vamos as impressões?

Na taça o vinho apresentou coloração rubi violácea de média intensidade com algum brilho e limpidez. Lágrimas finas, rápidas e incolores se faziam notar também.

No nariz o vinho apresentou aromas de frutos vermelhos maduros, especiarias e toques animais que lembravam couro. Ao fundo de taça, algo de tostado também se fazia presente.

Na boca o vinho apresentou corpo médio, boa acidez e taninos redondos. O retrogosto confirma o olfato e o final era de média para longa duração.

Um bom vinho para o dia a dia, mais um vez fugindo dos hermanos chilenos e argentinos. É excelente para se ampliar a litragem com vinhos de outros países menos consumidos por aqui além de ser super fácil de beber, daqueles que a garrafa seca logo. Eu recomendo a prova. Mais um vinho do clube de vinhos da Winelands, o clube que eu assino e recomendo.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário