quinta-feira, 10 de setembro de 2009

Dunga se superou!!

Nunca pensei que diria isto tão cedo, mas não é que Dunga vem se mostrando um bom técnico a frente da seleção brasileira?! Não, ele não tem feito a equipe jogar um futebol bonito e vistoso, mas conforme meu post anterior (relembre clicando aqui) ele tem feito com que a seleção seja concisa e veja só, inclusive aprendeu a mexer no timer e com esta mexida mudar o estilo de jogar da seleção e mudar resultados de jogos. Só não perdeu seu jeito carrancudo e reclamão de ser. Mas isto por si só seria assunto pra outras divagações que não dizem respeito ao que eu quero dizer aqui hoje.

Na vitória de ontem sobre o Chile, Dunga soube modificar o time quando parecia que a seleção estava entregue e sofrendo grande pressão do Chile. Já era possível ouvir as vaias da torcida. Dunga perdera seu volante predileto (Felipe Melo), não conseguia repetir com sucesso na ala esquerda o esquema que dava certo na direita (as constantes trocas entre Daniel Alves e Maicon nas descidas ao ataque e cobertura defensivas) e o Chile no início do segundo tempo conseguira empatar o jogo. Como um experiente treinador faria, Dunga sacou André Santos (que não conseguia repetir a atuação que teve diante da Argentina, muito em fator de Robinho não estar jogando) passando Daniel Alves ,em noite inspirada, para a esquerda com a entrada de Elano e colocou Sandro (volante do Internacional) no lugar de Júlio Baptista e ainda resolveu experimentar um pouco mais Diego Tardeli na vaga de uma apagado Adriano (ofuscado também por uma excelente atuação de Nilmar). Pronto, foi o que a seleção precisava para entrar nos eixos de novo, recompor seu meio de campo com mais força defensiva e continuar pressionando o Chile. E a jogada deu tão certo que o Brasil fechou o placar com um 4 x 2 contundente.

Sinceramente não sou um patriota nem nada, mas num mar de decepções recentes com o futebol, esta seleção bem que tem dado o alento necessário para os fãs de futebol, como eu. Espero que com a conquista antecipada da vaga e com o restante do tempo para treinamentos/amistosos não aconteçam as mesmas bizarrices e fanfarronices que ocorreram antes da Copa do Mundo de 2006 na Alemanha. E que venha a África 2010!

Nenhum comentário:

Postar um comentário