segunda-feira, 28 de setembro de 2009

A vergonhosa arbitragem no futebol brasileiro


Há tempos que o futebol brasileiro vive uma crise de qualidade na arbitragem, impulsionado ainda pelo escândalo das apostas e vendas de resultados em 2005 pelo famoso caso "Edílson de Carvalho" mas este ano estamos assistindo ao nível mais baixo de arbitragem da história do futebol brasileiro.

Não adianta dizer que erros acontecem, que são seres humanos e estes estão sujeitos a erros e acertos, que assim como os juízes, jogadores e técnicos também erram pois a imagem da arbitragem já está mais do que arranhada e o que vem acontecendo já foge do conceito de erro para o conceito de má fé entre outros adjetivos que poderiam facilmente ser aplicados na atual circunstância. De gols de mão (Paraná Clube na série B do Campeonato Brasileiro), 3 penaltis não assinalados em favor de um único time em um jogo contra o líder do campeonato (sim, você leu direito, e foi no jogo entre Palmeiras e Cruzeiro pela última rodada do campeonato) passando pelo clássico de ontem entre São Paulo e Corínthians (1 gol legítimo anulado erroneamente em prol do Corínthians e ainda o gol do são paulino Washington em claro impedimento) ou pelo gol não assinalado em perfeita cobrança de falta de Marcelinho Paraíba no último jogo do Coritiba são apenas pequenos exemplos do que vem acontecendo com o futebol no Brasil.

Nas últimas rodadas apenas o que fazemos é discutir quais os erros mais gritantes da arbitragem ao invés de discutirmos o futebol propriamente dito, quem são os craques, as jogadas de efeito e quais as virtudes/defeitos dos times envolvidos no campeonato.

Na verdade, num país que pretende sediar um mundial de futebol daqui a 5 anos, deveríamos começar a modernizar nosso sistema de arbitragem, passando sim pela profissionalização dos árbitros de futebol, buscar junto a FIFA a possibilidade de uso de tecnologia para auxílio da arbitragem em jogadas/lances polêmicos e por ai afora. Não é possível mais num país que ostenta o título de pentacampeão mundial vermos tamanha negligência com o que vem acontecendo ultimamente. A falta de estrutura é gritante! Depois, torcedores mais fanáticos cobram os clubes por maus resultados, levados claro por injustificável ira passional, sem levar em conta que qualquer planejamento que se preze vai por água abaixo quando lidamos com tamanho despreparo e má fé pela arbitragem nacional. Até que ponto iremos chegar?

E para vocês, leitores do balaio, qual(is) seriam as sugestões para um aumento de nível na arbitragem nacional? Mande suas opiniões pela caixa de comentários do blog!

Nenhum comentário:

Postar um comentário