segunda-feira, 14 de setembro de 2009

Eterno Injustiçado

Nunca fui muito fã de Barrichello, assim como já havia descrito alguns post atrás (relembre aqui) mas devo admitir que ele tem colocado um pouco de emoção inesperada ao Campeonato Mundial de F1 deste ano. Contrariando todas as previsões que apontavam a Ferrari, com Raikkönnen, ou a McLaren, com Hamilton, Barrichello venceu o GP de Monza colocando "água no chopp" dos italianos.

Se fazendo valer da estratégia de sua equipe com apenas uma parada para pitstop (vale lembrar que Barrichello era o carro mais pesado no grid de largada da prova deste domingo) Barrichello fez uma prova combativa e bastante ousada, tendo que segurar as pontas quando havia a possibilidade de troca de seu câmbio (que o faria perder 5 posições a largada) e os seus adversários (dentre os quais McLarens e Ferraris com os dispositivos "kers") e chegou a sua segunda vitória na temporada, diminuindo em 2 pontos (16 para 14) a diferença para o líder do campeonato, o inglês Jenson Button (seu companheiro de equipe também) restando agora 4 provas para o final da temporada.

Mesmo contido, Barrichello sabe que seu momento é melhor que o de seu companheiro e que o título, apesar de difícil, é possível. E por que não sonharmos em uma luta pelo título no GP do Brasil, em Outubro próximo? Vamos torcer para que o momento de Barrichello perdure e que ele possa mostra seu valor, muitas vezes esquecido por nós brasileiros.

Força Rubinho!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário