domingo, 5 de setembro de 2010

Templo da Carne no Restaurant Week

Mais uma vez aproveitando o evento de gastronomia que duas vezes ao ano acontece em sampa pude visitar mais um restaurante o qual tinha muita vontade de ir: Templo da Carne. Já havia ido ao restaurante em outra oportunidade mas apenas com o intuito apenas de comprar carnes para fazer em casa. Desta vez fui na companhia de minha mãe, irmão e cunhada e pudemos conhecer um pouco mais do serviço desta casa por mim muito adimirada principalmente por causa de seu dono, Marcos Bassi. Só um pequeno parentese no post de que sempre que posso ouço as dicas do Bassi na rádio Bandeirantes e o sigo no twitter e por isso o adimiro muito, sua simplicidade apesar de todo o "império" por ele construido e a maneira como ele gosta de tirar dúvidas de ouvintes me cativaram.

Voltando ao motivo principal do post, vamos falar um pouco sobre o restaurante em si. Chegamos um pouco tarde lá (por volta das 22:15h) pois anteriormente havia ido ao jogo do meu timão no Pacaembú e por este motivo pegamos uma espera de aproximadamente uma hora. Já estava achando que seria um pequeno tormento a espera e que iria me chatear. Mero engano! O clima que estava no salão de espera, com garçons já pegando alguns pedidos de bebidas e servindo porções de linguicinhas calabreza por conta da casa serviram não somente para distrair o tempo mas também a fome, a final só havia almoçado e depois comido um bolinho do tipo bebezinho distribuido no jogo do timão.

Com pontualidade britânica, dada uma hora de espera fomos chamados a ocupar nossos lugares na mesa. A mesma já estava disposta com a entrada do dia, composta por pão italiano, beringela caponata, cenoura palito, abobrinha recheada com tomate seco, patê de cenoura, manteiga, abobrina grelhada, torradas e molho de cebola. As proções muito bem servidas deram margem a nos satisfazermos na espera dos pratos principais. Destaque para a beringela e para a abobrinha recheada, perfeitas com uma fina cobertura de azeite. 

Agora era hora do prato principal, uma bela porção de bombom de alcatra muito bem acompanhado de arroz do cozinheiro (bacon, batata palha, salsinha e ovo) e uma farofa excelente (ovo, bacon, salsinha, linguicinha frita, cebola e alho). A carne parecia uma manteiga e derretia na boca. Para acompanhar, escolhi um excelente vinho: Montes Alpha Cabernet Sauvignon da safra 2007. Combinação simplesmente perfeita!

Depois de toda a orgia gastronômica carnívora era hora de finalizar com sobremesa: uma torta de sorvete crocante com creme de chocolate! Simples, porém fechou com chave de ouro este jantar incrível. A companhia de um bom café expresso foi a escolha, pois como estava dirigindo, achei melhor não partir para um vinho do porto ou similar.

Vale também destacar o excelente serviço prestado pelos funcionários da casa, desde o senhor que estava responsável pela lista de espera, passando pelos garçons; enfim, todos empenhados em passar a melhor impressão possível aos clientes. E note que a casa estava lotadíssima e com uma enorme fila de espera, mas mesmo assim o serviço foi impecável. O interessante também foi o preço da carta de vinhos, com preços que considerei muito justos (o vinho que pedi na Mistral custa R$43,00 e paguei R$55,00 no restaurante).

Fica a dica então para quem quiser conhecer um bom restaurante de carnes e aproveitar o evento Restaurant Week não pode perder o cardápio do Templo da Carne. Depois ficam todos convidados a deixarem as opiniões aqui no blog, inclusive com sugestões para outros lugares também.

Bom apetite!

Nenhum comentário:

Postar um comentário