segunda-feira, 4 de fevereiro de 2013

Cava Don Román Brut

Neste sábado, com a volta do calor, optei por selecionar um vinho fresco e que pudesse aplacar um pouco dessa sensação térmica mais elevada. E a escolha recaiu sobre este espumante, o Cava Don Román Brut, e um presente de um cara que conheci por meio dos vinhos e que aprendi a admirar além de tudo como pessoa. Estou falando do Evandro do blog Confraria 2 Panas.


Voltando ao assunto do post, já cometei em posts anteriores (aqui e aqui) sobre este espumante de origem espanhola, mas não custa relembrar. O cava é um vinho oriundo da região da Catalunha, na Espanha e por regulamentação utiliza uvas locais para sua produção, a saber: Macabeu, Xarel-lo e Parellada. Os vinhos de Cava rosados contém ainda a uva Monastrell. Atualmente ainda são permitidos o uso das uvas internacionais Chardonnay e Pinot Noir, por exemplo. Feito exclusivamente pelo método tradicional de elaboração de espumantes (segunda fermentação em garrafa), este vinho espumante é uma tradição em seu país de origem, não podendo ficar de fora das mesas de refeição, reuniões sociais e outros. Uma curiosidade a cerca do nome deste vinho é que a palavra "cava" significa, em catalão (e espanhol), adega subterrânea (equivalente ao francês "cave"). Este exemplar em questão é elaborado pela Bodegas Y Viñedos U.V.R. e leva em sua constituição as uvas clássicas da região: Parellada, Macabeo, Xarello cujas proporções desconheço. Como não encontrei maiores informações sobre o vinho em si, vamos as impressões.

Na taça uma bonita cor amarelo palha brilhante com alguns reflexos levemente dourados. Borbulhas pequenas, incessantes e que formavam um belo colar na parte superior da taça.

No nariz o espumante trazia muitos aromas de frutos como abacaxi e maçã verde e leve lembrança de fermentação. 

Na boca o vinho tinha um corpo médio, acidez deliciosa e trazia no retrogosto muita fruta num final de longa duração. As borbulhas formavam um delicioso colchão no palato. Eu diria que é um espumante extremamente refrescante e que combina direitinho com o verão.

Mais um grande vinho, que agradeço muito ao Evandro pela oportunidade de degusta-lo, e que sem dúvida eu recomendo a quem quiser provar.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário