segunda-feira, 19 de outubro de 2009

É, não deu!

E mais uma vez, como nas últimas 4 temporadas (se não me engano) tivemos a decisão do campeonato de fórmula 1 no Brasil e sem brasileiro para comemorar nada desta vez. Vale lembrar que no ano passado Felipe Massa até venceu a corrida, mas em virtude dos resultados de Lewis Hamilton e os outros pilotos, não chegou ao título mundial. E se sagrou campeão, assim como mandava a lógica, Jenson Button, da Brawn GP.

Rubens Barrichello bem que tentou, lutou o campeonato inteiro contra seu colega de equipe, fez um treino de classificação impossível em Interlagos, mas sucumbiu a um rendimento muito superior da equipe da Red Bull (com Mark Webber e Sebastian Vettel) na última metade do campeonato e contra seu próprio carro que perdeu muito rendimento durante o segundo set de pneus. Além disso, Rubinho parece fadado a uma má sorte descomunal, quando voltou com um set de pneus macios e promessa de um melhor rendimento, teve um pneu furado que o fez chegar apenas em oitavo lugar. Juro que até vibrei com a pole e sua excelente largada, mas a exaltação deu lugar a frustração já durante o primeiro pit stop dos pilotos onde Rubinho já perdera duas posições voltando apenas em terceiro. Existe ainda a briga pelo vice campeonato e o GP de Abu Dabi mas a emoção acabou aqui em Interlagos. Esperamos que ao menos Rubinho consiga um bom resultado, e possa ser o vice mais uma vez.

Ano que vem a promessa é de que teremos um maior número de pilotos brasileiros na categoria (Felipe Massa volta depois de um delicado acidente, Rubinho deve anunciar esta semana acordo com a Willians e ainda correm por fora Lucas di Grassi, Bruno Senna e até Nelsinho Piquet) e quem sabe poderemos voltar a ver um piloto nacional no lugar mais alto da classificação do campeonato.

Nenhum comentário:

Postar um comentário