quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

2010, o ano começou mal?!

Já vinha com um sentimento estranho neste começo de ano e depois da tragédia ocorrida no Haiti com os três terremotos eu me peguei pensando sobre isso. Seria 2010 um ano fadado a tragédias?

Nós brasileiros já presenciamos as chuvas em larga escala em Angra dos Reis, São Luis do Paraitinga, região metropolitana de Porto Alegre e no Jardim Pantanal em Sampa (só para citar alguns exemplos) e as tragédias que se sucederam até então. Diversas morte, centenas de milhares de pessoas desabrigadas, inundações, desmoronamentos, estradas interrompidas e cidades destruídas são enfim acontecimentos trágicos que se passaram neste início de ano. Já no hemisfério norte, o mundo vem presenciando as maiores nevascas em diversas décadas com diversos problemas de infra estrutura que afetaram as vidas dos habitantes desta região.

O que falar então daquele nigeriano que por muito pouco não derrubou mais uma avião e que só vem a mostrar que o terrorismo não é ficção nem literatura e vem crescendo de forma assustadora em todo o mundo. E ainda diariamente somos inundados também com noticiários de atentados e mortes em larga escala no Oriente Médio e imediações. Isto sem falar nas disputas separatistas no continente africano que culminaram inclusive com um atentado a seleção togolesa de futebol em plena Copa Africana de Nações.

Nos últimos dias também temos visto que na Venezuela existe um risco iminente de apagão e então foi aplicado um racionamento de energia com cortes sequenciados de energia por suas cidades. Alem disso, a desvalorização da moeda gerou caos e disputas entre lojistas e o governo na questão da remarcação de preços. E Buenos Aires, na Argentina, que vê suas favelas crescerem de forma exponencial?

Diante de tudo que foi dito nos parágrafos anteriores e outros fatos que tem ocorrido e que estão na iminência de acontecer, a pergunta que me faço é: o que será de 2010? Será este o ano das tragédias?

Nenhum comentário:

Postar um comentário