quarta-feira, 20 de julho de 2016

Imperial Toledo Verdejo 2014: Para os dias quentes

Muito embora estejamos atravessando alguns dias bem frios por aqui, não muito distante também tivemos dias de muito calor e propícios para vinhos brancos refrescantes e alegres. E é sempre bom buscar novidades neste campo e, pelo que tenho visto, apostar em vinhos espanhóis a partir da casta Verdejo pode ser uma boa pedida. Hoje por exemplo, iremos falar de um bom exemplar, o Imperial Toledo Verdejo 2014.


A Bodegas Verduguez, produtora do vinho em questão, é uma empresa familiar (atualmente na quarta geração), na cidade de Villanueva de Alcardete, na parte oriental da província de Toledo, na fronteira com a província de Cuenca. A Bodega está registrada no Conselho Regulador da DO La Mancha que apoia e destaca a alta qualidade de seus vinhos. A adega atual foi fundada no mesmo ano em que foi construída, 1950, só que com outro nome. A partir de 1994 o atual presidente, Miguel Angel Verduguez Morata, num claro compromisso com a qualidade, começou a mudar a produção de vinhos tintos e brancos, e ao invés de vendê-los a granel, passou para o desenvolvimento de vinhos varietais puros com a preparação e caracterização necessária para atender às necessidades do mercado.

Falando agora um pouco mais sobre o Imperial Toledo Verdejo 2014, podemos dizer que é um vinho feito com 100% de uvas Verdejo, oriundas da região de La Mancha e quiçá a variedade branca mais famosa da Espanha. Vamos as impressões?

Na taça o vinho apresentou uma bonita e brilhante coloração amarelo palha de reflexos com ligeira tendência ao dourado, contando ainda com uma ótima limpidez.

No nariz o vinho apresentou aromas de frutos cítricos e tropicais, flores brancas e um bom fundo mineral.

Na boca o vinho mostrou muito frescor aliado a um bom corpo, com boa untuosidade. O retrogosto confirma o olfato e o final era longo e saboroso.

Mais um excelente vinho espanhol que provo por aqui, ainda mais se levando em conta o custo benefício. O vinho era tão fresco e alegre, que nem percebi que a garrafa foi esvaziando. Impressionante! Eu recomendo, e muito, a prova do vinho. É mais um vinho do Clube de Vinhos da Winelands, o clube que eu assino e recomendo.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário