terça-feira, 28 de março de 2017

Enrique Mendoza La Tremenda Monastrell Alicante 2014

Apesar de ter fundado a vinícola em 1989, Enrique Mendoza deixou seu filho Pepe assumir o negócio com a ajuda do irmão caçula Julián. Pepe é o responsável pela produção do vinho, enquanto Julián trata do setor comercial da companhia. Pepe Mendoza certamente tem a paixão e o conhecimento para pôr a vinícola de sua família no lugar que merecem, que é no topo das propriedades do Mediterrâneo. A Bodegas Enrique Mendoza está localizada perto da cidade de Alfàs Del Pi, cerca de 45 quilômetros da cidade de Alicante, na Espanha, e está rodeado por jardins paisagísticos. A maioria dos vinhedos estão localizados perto de Villena em uma média de 1200 metros de elevação, com algumas parcelas de até 2100 m. As plantações tradicionais incluem Monastrell e Moscatel, embora recentemente Pepe Mendoza tenha experimentado variedades internacionais como Cabernet Sauvignon, Merlot e Syrah. A agricultura natural é priorizada na bodega Enrique Mendoza. Leveduras indígenas são usadas, e inseticidas, herbicidas e fertilizantes são evitados em favor das práticas biodinâmicas. Pepe Mendoza também enfatiza colocar suas videiras sob o nível ótimo de estresse hídrico para produzir uvas pequenas e concentradas; Ele usa sensores computadorizados para monitorar os níveis de umidade na vinha, ajustando a irrigação de acordo.


Sobre o Enrique Mendoza La Tremenda Monastrell Alicante 2014 podemos ainda acrescentar que o nome "La Tremenda" faz referência ao nome da vinha de onde as uvas para este vinho são cultivadas e colhidas manualmente, uvas estas 100% Monastrell cultivadas na paisagem áspera e árida de Alicante. O vinho passa então por amadurecimento de seis meses em barricas de carvalho com mais um ano em garrafa antes de ser liberado ao mercado. Vamos as impressões?

Na taça o vinho apresento coloração rubi violácea de média para grande intensidade, bom brilho e limpidez. Lágrimas finas, rápidas e quase sem cor também compunham o conjunto visual.

No nariz o vinho apresentou aromas de frutos escuros e vermelhos, chocolate amargo, tabaco e algo de especiarias. Notas de tostado no fundo de taça.

Na boca o vinho apresentou corpo médio, boa acidez e taninos marcados mas de boa qualidade. O retrogosto confirma o olfato e o final era de longa duração.

Um ótimo vinho espanhol que provamos por aqui cujo custo benefício se mostra bem coerente. Eu recomendo a prova.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário