quarta-feira, 30 de junho de 2010

E a copa do medo continua...

Como vocês já devem ter percebido estive um pouco ausente do blog nestes últimos dias. Mas isto tem um motivo: estive de férias por uma semana e aproveitei pra fazer uma viagem para New York, que sempre foi um de meus sonhos de consumo de viagem a tempos e como a oportunidade pintou não exitei em ir pra lá. Isto posto, pretendo fazer daqui pra frente uma série de posts relacionados a esta viagem com algumas de minhas impressões sobre todos os aspectos da viagem, desde escolha da companhia aérea, hotel, atrações a visitar (ou não) e por ai vai. Vamos ver se consigo colocar esta idéia em prática. Mas neste post eu queria falar um pouco mais de Copa do Mundo, tendo em vista que já temos definidos os confrontos pelas quartas de finais do torneio: Brasil x Holanda; Gana x Uruguai; Argentina x Alemanha e Espanha x Paraguai.

Esta copa tem sido a copa do medo, onde as seleções em sua grande maioria jogam primeiramente se defendendo e com medo de tomarem gol/perderem a partida e depois pensam em tentar alguma coisa em seus ataques. E as únicas duas exceções, a meu ver, são Argentina e Alemanha. O exemplo crasso desta tese é a seleção de Portugal, que era um time extremamente coeso e defensivo que foi eliminado da copa tendo sua defesa sido vazada por apenas uma oportunidade, exatamente nas oitavas diante a não mais tão favorita Espanha.

É também verdade que não acompanhei com tanta atenção os jogos da última semana pois nos EUA este não é um esporte tão amplamente divulgado. A exceção é claro foi o jogo de oitavas diante de Gana, a eliminação americana, onde pudever muitos americanos caracterizados com uniformes e pinturas no rosto em alusão a seleção de seu país.

Outro ponto que pude relevar do pouco que acompnhei a copa nesta última semana são os erros constantes de arbitragem, e até certo ponto erros gritantes (quer mais do que o gol dos EUA anulado equivocadamente logo nas primeiras rodadas, o gol não assinalado para a Inglaterra no jogo de oitavas ou o impedimento claro no gol de Tevez contra o México?), que vem aocntecendo nesta copa. É claro que a FIFA tem que evoluir assim como todos os esportes o tem feito com uso de tecnologias, mais arbitros em campo, ou quaisquer outras maneiras que venham a diminuir a incidencia de tais erros e a influência dos mesmos sobre os resultados finais das partidas. E pra ontem.

Quanto a nós brasileiros, além da torcida na sexta feira nos resta fazer uma corrente positiva em prol da recuperação de nossos atletas que se encontram no estaleiro por motivos de contusões para que em passando pela Holanda, o time esteja 100% já para o jogo semi final. 

E faltam 3 partidas para o hexa!

Nenhum comentário:

Postar um comentário