domingo, 6 de fevereiro de 2011

A luta do século foi uma piada

Sempre simpatizei com o Vitor Belfort, provavelmente pelo nome ou pelo programa de tv em que ele participou e acabou ficando com a até então Feiticeira, e quando fora anunciada a sua luta contra o maior lutador da atualidade, Anderson Silva, até esbocei uma certa empolgação em ve-lo de novo em ação. Durante toda a semana seu nome foi muito ventilado em todos os meios de comunicação como a tempos não se via. Trocava provocações via midia com o Anderson e se dizia bem preparado para a luta. Dizia que traria a luta para o octagon, que mostraria ao Anderson que ele poderia ser derrotado. Mas não foi o que se viu.

Que me desculpem fãs incondicionais do Vitor mas pra mim aquilo que se viu ontem no UFC 126 foi no mínimo vergonhoso. Um único chute de Anderson foi capaz de encerrar com a luta. Foram necessários pouco mais de um minuto e meio para que isso ocorresse. Não houve qualquer reação, qualquer contra golpe, nada. Apenas muito estudo e respeito. Muito pouco se levarmos em conta tudo o que "prometeu" Vitor durante entrevistas e afins.

Confesso que fiquei envergonhado por ele. Um lutador de seu nivel não poderia ter se deixado abater com um único chute! E não me venham com desculpas, isto mostrou que ele se preocupou mais com bla bla bla pela imprenssa, com mudar de técnico e gerar polêmicas, dizer que foi a melhor coisa que fez ter ido morar em Las Vegas e coisas assim. Infelizmente, fiquei muito decepcionado.

Por outro lado Anderson realmente mostrou o por que é o melhor lutador de UFC dos últimos tempos. Sempre provocador e show man nato, Anderson dançava no octógono e com um belo jogo de braços tentava desconcentrar Vitor. Parece que funcionou e com um petardo bem no meio na cara de Vitor conseguiu derruba-lo e com apenas mais dois socos consegiu encerrar o combate tido como a luta do século. E ainda mostrou todo seu amor pelo Corínthians, ao aparecer em duas oportunidades com o manto sagrado vestido: primeiro na noite da pesagem e depois ao esperar o resultado já no octógono.

Resta agora ao Vitor se recuperar, treinar muito mais e voltar a fazer o que sabe: lutar e ganhar. Já Anderson que continue lutando com esta alegria, marra e talento excepcionais! E olha que este ano tem UFC no Rio de Janeiro, quem vai?

Nenhum comentário:

Postar um comentário