sexta-feira, 8 de junho de 2012

Dios Ares Crianza 2007

Voltando a falar de vinhos espanhóis aqui no blog, já que estão em voga por ai, resolvi provar um que tinha por aqui e foi muito bem recomendado. Não decepcionou, mas também não foi tudo isso que alardearam por ai. Acho que os 90 pontos RP são um pouco exagerados mas enfim, segue o jogo.

Este vinho é feio pela Bodegas Pujança, de Rioja, região vinícola mais famosa da Espanha. Pujança tem ligação com força, poder, e talvez esse seja o sentido que o produtor quis implicar em seus vinhos. Mas não sei bem se o atingiu. Este pode ser considerado um vinho de entrada, apesar de por legislação ter a necessidade de passar determinado em madeira e em garrafa antes de ser liberado ao mercado (eis o por que do crianza no rótulo). Não achei entretanto os tempos específicos utilizados pela bodega, então ficaremos só com a informação de que o vinho é feito com uvas Tempranillo. Vamos as impressões.


Na taça uma cor rubi violácea com alguma tendência ao grená. Lágrimas finas, ligeiramente lentas e quase sem cor complementam o aspecto visual.

No nariz aromas de frutos vermelhos, leve toque de especiarias e alguma coisa de baunilha. Frutas em evidência.

Na boca o vinho apresentou um corpo médio, boa acidez e taninos finos, macios e redondos. Retrogosto frutado com alguma coisa de láctea, lembrando danone. Final de curta duração.

Um bom vinho, sem grandes atrativos, porém também sem defeitos. Custou cerca de R$ 55,00 numa promoção da Via Vini (loja on line) e pelo preço, acho que pode ser uma boa compra.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário