terça-feira, 27 de outubro de 2015

Olive Garden & Rocca Delle Macie Chianti Classico 2013

Quando se está na Flórida a passeio, provavelmente já deve ter cruzado com o restaurante chamado Olive Garden. Eles possuem diversas unidades por lá. Não a toa, afinal seu "quartel general" se encontra por lá. E eu sou um grande fã deles. Por isso em minha recente viagem de férias fomos não somente uma, mas duas vezes jantar por lá. E achei que deveria dar a dica e compartilhar as experiências com meus amigos por aqui.

O Olive Garden é uma rede de restaurantes americanos casuais que tem seu cardápio baseado na comida ítalo-americana, incluindo ai pratos de massas, carnes e saladas. O menu é enxuto e, a começar pelo famoso pãozinho da casa ou "bread stick" (sempre quentinho), tudo é muito farto e bem servido. Mais um exemplo claro é que a salada, sempre presente em qualquer prato que se peça, também é servida a vontade. É possível até dividir um único prato em dois adultos se levarmos em conta tudo que vem associado. Tem também boas opções de vinhos tanto em garrafa como em taça. 


Atualmente contando com mais de 800 unidades globalmente, o Olive Garden tem trabalhado cada vez mais para tornar sua marca reconhecida e forte quando se trata de comida italiana. Tanto que estão também investindo na remodelação de alguns restaurantes chave no intuito de torna-los parecidos a uma antiga casa de campo dos arredores da Toscana.

Nossas opções do menu foram o Ravioli di Portobello, recheado com os cogumelos que lhe dão nome e cobertos de um saboroso molho de queijo defumado e tomates e o o Carbonara de Frango e Camarão, massa do tipo spaghetti com frango temperado, camarão em um molho cremoso com bacon e pimentões vermelhos assados. Ambos estavam de se comer de joelhos. Nem deu tempo de tirar a foto do prato.

Como de praxe por aqui, era hora de escolhermos um vinho para acompanhar tamanha orgia gastronômica. E com toda essa ambientação italiana não nos restou outra opção a não ser escolhermos o Rocca Delle Macie Chianti Classico 2013.

A Rocca delle Macie foi criada em 1973, quando Italo Zingarelli - produtor de Ettore Scola de C'eravamo Tanto Amati, e também da série popular de filmes com a dupla de comediantes Bud Spencer e Terence Hill (incluindo They Call Me Trinity e Trinity is Still My Name) - decidiu realizar seu sonho ao longo da vida através da aquisição da propriedade "Le Macie" - que se estende através de 85 hectares no total, dos quais apenas dois possuíam videiras - a fim de criar uma vinícola no coração da região Chianti Classico. As propriedades da empresa agora se estendem por mais de 600 hectares, com um total de mais de 200 com vinhas plantadas e 80 como olivais, subdivididos em seis propriedades: Le Macie, Sant'Alfonso, Fizzano e le Tavolelle na zona Chianti Classico que se unem as recentemente adquiridas Campomaccione e Casamaria na região de Morellino di Scansano.

Sobre o Rocca Delle Macie Chianti Classico 2013 podemos acrescentar que o vinho é feito com 95% de uvas Sangiovese e 5% de uvas Merlot colhidas e selecionadas manualmente da área de Chianti Classico. Depois de todo processo fermentativo o vinho estagia em carvalho eslavo ou francês por um período de 6 a 10 meses e refinado ainda mais na garrafa antes de ser liberado ao mercado. Vamos as impressões?

Na taça o vinho apresentou coloração rubi violácea viva, muito brilhante e de boa transparência. Lágrimas finas, rápidas e ligeiramente coloridas também se faziam notar. 

No nariz o vinho apresentou aromas de frutos negros, balsâmicos, tostados e algo de tabaco. Depois de um tempo um pouco de especiarias doces também apareceram.

Na boca o vinho se mostrou encorpado, fresco e com taninos macios e redondos. O retrogosto confirma o olfato e o final era de longa duração.

Um baita vinho de uma das regiões que mais admiro no planeta vinho: a Toscana. Eu recomendo a prova, do vinho e do restaurante.

Até o próximo!

2 comentários:

  1. Victor,
    o Olive Garden é o restaurante que mais vende vinho nos EUA. Nao só pela quantidade de restaurantes, mas pela política agressiva de preços, em benefício do consumidor.
    Nao é raro ver eles passando em mesas e servindo o vinho da casa aos clientes. Assim o cliente experimenta e compra uma garrafa.
    Boa dica!

    Abraço,
    Ale Esteves
    www.alessandraesteves.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ale,

      A história da rede de restaurantes Olive Garden é muito legal e eles realmente são agressivos em preço, tanto que tomei este vinho que postei e um Coppola na visita seguinte a preços quase próximos dos vendidos em lojas, diferenças de poucos dólares.
      Obrigado pela visita.

      Beijos,

      Excluir