terça-feira, 20 de outubro de 2015

Epcot International Wine and Food Festival: Sonho dentro do sonho!

A frase a seguir já está se tornando figura carimbada por aqui, mas, desta vez por um bom motivo. Peço desculpas a meus leitores pelo curto período de ostracismo do blog, mas estava em merecidas e curtas férias. Por isso ficamos alguns dias sem postar por aqui. Mas a boa notícia é que, a viagem renderá alguns posts interessantes, assim como o de hoje. Espero que gostem.


A mudança de estação (do verão para o outono) em Orlando, nos Estados Unidos , não só trás um pequeno alento nas altas temperaturas (pero no mucho) mas também uma mudança gastronômica em um dos parques do complexo da Walt Disney World, o Epcot Center. E essa mudança trás sabores exclusivos e experiências internacionais inesquecíveis para amantes de um bom vinho e uma boa culinária. É o famoso Epcot International Wine and Food Festival. Em sua vigésima edição, escolha entre as diversas opções de conhecer e provar vinhos, comidas e cervejas, tais como festas, jantares harmonizados, degustações, seminários, encontros com celebridades e chefes famosos entre as várias opções disponíveis. O evento acontece de 25 de Setembro até 16 de Novembro.Enquanto você estiver no parque, visite também o Festival Welcome Center, que oferece brindes comemorativos, itens de cozinha, uma livraria e um bar de vinhos. Maiores informações em https://disneyworld.disney.go.com/pt/events-tours/epcot/epcot-international-food-and-wine-festival .


Em tempos de dólar alto, no entanto, a maioria das opções ficam bem salgadas para nós meros mortais. Entretanto existe salvação. Mais de 25 quiosques espalhados pelo parque, mais especificamente na área chamada de "World Showcase", que vendem porções gourmet de pratos típicos de vários países e doses que começam com 4 onças de bebidas (cervejas e vinhos além de algumas bebidas "espirituosas") também destes países. Os preços variam entre 3 e 9 dólares em média. Imagine provar um boeuf bourguignon em um ambiente que te remeta a França, provar champagnes também neste mesmo ambiente ou ainda um vinho americano ou uma cerveja IPA como um bom americano? Foi isso que eu fiz, aproveitando da minha predileção pelos vinhos italianos, escolhi um vinho de lá pra provar e segui para o pavilhão da Itália. Chegando lá, em uma loja que mais parecia uma bottega de vinos em uma cidadela medieval italiana, procurei e achei algo interessante. Estou falando do Sartori di Verona Amarone della Valpolicella DOC 2010. Vamos ver o que sabemos sobre o vinho e quais foram as impressões?


O vinho é produzido pela Vinícola Sartori di Verona, cuja origem data de 1898. Foi neste data que Pietro Sartori comprou Villa Maria, uma vinha com uma pequena adega em anexo, no coração do bairro de Valpolicella da região do Vêneto, para garantir uma fonte de vinho de alta qualidade para o seu hotel. Isto marcou o advento da Sartori di Verona. Alguns anos mais tarde, o filho de Pietro, Regolo, construiu a adega para o core business da família, e na década de 1950 os dois filhos de Regolo expandiram a adega e trouxeram estes vinhos ao reconhecimento internacional, exportando-os ao redor do mundo. Hoje, Andrea Sartori, bisneto de Pietro, está no comando.

Sobre o Sartori di Verona Amarone della Valpolicella DOC 2010, podemos acrescentar que é um vinho cujo corte é composto por 50% Corvina, 30% Corvinone, 15% Rondinella e 5% Cabernet Sauvignon. Estas uvas são colhidas manualmente e passam pelo processo de secagem em esteiras de madeira por 100 dias. Após este processo passa por um processo de fermentação tradicional e finalmente por envelhecimento ao longo de um período mínimo de 3 anos em barris de carvalho eslavo. Vamos finalmente as impressões?

Na taça o vinho se mostrou de coloração rubi violácea brilhante e límpida com ligeiro halo granada. Com relação ao nariz, o vinho apresentou aromas de frutos secos e passas (uva, cereja), toques de chocolate amargo, especiarias doces e ligeiro floral. Na boca o vinho se mostrou encorpado, com taninos bem marcados e quase mastigáveis e um delicioso frescor. O retrogosto confirma o olfato e o final era longo e saboroso. Sem dúvidas, um grande vinho italiano.

O que mais eu posso dizer? Viajar para a Disney é sempre um sonho pra mim e nesta oportunidade, poder ainda conciliar esta visita a uma feira de vinhos e gastronomia é sempre mais gostoso. Quem puder ir, mesmo em tempos de dólar a 4 reais, não irá se arrepender. Eu recomendo.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário