segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

Valdehermoso Roble 2011: a Espanha em sua plena forma!

A Bodegas Y Viñedos Valderiz, produtora do vinho em questão, teve início em 1980, quando Tomás Esteban, estudando as propriedades da família em Roa, no coração de Ribeira del Duero, percebeu que as condições climáticas e geológicas eram ideais para a plantação de videiras de alta qualidade, configurando atualmente um das mais reconhecidos vinhedos da região. Desde então, a família dedica-se totalmente à vinícola, elaborando vinhos de alta qualidade, fiel reflexo da filosofia da família Esteban e de seus vinhedos. A vinícola aposta na simplicidade do processo através de práticas ecológicas e biodinâmicas e acredita que a uva deve transmitir e oferecer todas as suas virtudes intrínsecas. Atualmente, a área plantada da Bodegas Y Viñedos Valderiz é composta de 60 hectares plantados por Tomas Esteban e 10 hectares de vinhas que conseguiu preservar plantadas por seu pai, criando um conjunto de mais de 35 parcelas localizadas em diferentes solos.


Sobre o Valdehermoso Roble 2011, podemos acrescentar que é um vinho feito com 100% de uvas Tempranillo (chamada também de Tinta Del País, por lá) e tem passagem por 8 meses em barricas de carvalho francês e americano (80% e 20% respectivamente), além de um período em garrafa antes de ser colocado no mercado. Vamos as impressões?

Na taça o vinho apresentou uma bonita coloração rubi violácea de média intensidade, algum brilho e boa limpidez. Leve halo com tendência granada. Lágrimas finas, rápidas e incolores se faziam presentes também.

No nariz o vinho apresentou aromas de frutos vermelhos, especiarias, baunilha e leve lembrança de tostado ao fundo de taça.

Na boca o vinho apresentou corpo médio, boa acidez e taninos sedosos. O retrogosto confirma o olfato e o final era longo, delicado e saboroso.

Um elegante e saboroso vinho espanhol, que foi um belo escudeiro para uma maminha assada em cama de sal grosso e mandioca frita. Foi uma bela harmonização que deixou saudades no paladar. Eu recomendo a prova do vinho. Ah, e a harmonização deixo a cargo de vossa imaginação, mas a sugestão fica aqui também: carnes vermelhas assadas.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário