sábado, 29 de janeiro de 2011

Beaujolais Nouveau 2010

Estive meio afastadodo blog por diversas razões mas a volta não poderia ser em melhor estilo. Hoje vou falar de um vinho que tive o prazer de degustar e que, acho que assim como muitos, me despertava uma grande curiosidade. É considerado um ícone da indústria vitivinícola por alguns e odiado por outros tantos mas uma coisa ninguém pode negar: é um marco a cada ano no mundo do vinho. 

Este vinho é feito na França com a uva Gamay, e é com ele que os produtores dão início as vendas dos vinhos da safra do ano, no caso a de 2010, toda terceira quinta feira do mês de novembro de cada ano. O vinho é fermentado por poucas semanas e logo engarrafado para a venda. E até por isso é feita uma grande festa lá para o seu lançamento. Normalmente é considerado um vinho simples e que até deve ser servido ligeiramente resfriado, mas existem excelentes produtores que invariavelmente lançam bons vinhos, como é o caso deste Joseph Drouhin. Vale lembrar entretanto qual é o espírito do vinho: celebração, frescor, simplicidade e prazer. Sem maiores delongas, vamos as minhas impressões.

O vinho apresentou em taça uma cor bonita rubi violáceo bem claro, transparente e muito brilhante. Formava lágrimas esparssas, rápida e incolores.

No nariz uma sensação estranha: aromas muito fortes de banana, grama cortada e um leve mentol ao fundo. Achei bem diferente do convencional. Mesmo estando um pouco a cima da temperatura recomendada (ao redor dos 15oC) o vinho não apresentou vestígios de álcool (12,5%).

Na boca o vinho tinha corpo de leve para médio, taninos sedosos, trazendo e confirmando o gosto de banana e menta com um final de leve amargor sem prejudicar o vinho. Retrogosto bom, ficando um tempo razoável em boca (diria que de média para longa).

Enfim um vinho muito gostoso, que gera uma grande vontade de prová-lo tendo em vista toda divulgação que é feita na época de seu lançamento e que vale ser experimentado ao menos uma vez na vida. Sei que a cada safra o vinho muda mas se você optar por produtores sérios poderá encontrar vinhos prazerosos.

Saúde! E que venha 2011 então.

Nenhum comentário:

Postar um comentário