domingo, 27 de maio de 2012

Champagne R. Pouillon Et Fils Carte Blanche 1er Cru

A última sexta feira com certeza ficará na memória por um tempo. E já explico o por que. Tive a oportunidade de participar de mais uma degustação para o Guia Brasil às Cegas do jornalista Beto Duarte, mas mais do que isso, a noite reservaria algumas surpresas. Sem me alongar muito em tudo que aconteceu, vou enfocar o post neste belo champagne que nos foi apresentada pelo anfitrião do local, o Evandro.

Uma pequena pausa. Como vocês já devem saber, prezados leitores, o champagne é o vinho espumante mais famoso do mundo, sendo produzido na região de mesmo nome, no norte da França. Ganhou o direito exclusivo de denominar seus vinhos como champagne, criando quase um mito. Este tipo de vinho espumante é feito pelo método tradicional (segunda fermentação em garrafa) e pode ter em sua composição somente 3 uvas: Pinot Noir, Pinot Meunier e Chardonnay. 


Voltando ao vinho do nosso post, confesso que não sou muito versado em champagnes e por isso já peço desculpas antecipadamente por qualquer coisa incorreta que eu venha a falar por aqui e peço também ajuda para vocês que tem maior conhecimento, em agregarem qualquer informação que tiverem para compartilharmos aqui no blog. Inclusive, esta é a primeira postagem de um champagne aqui. Este vinho é feito com uvas 100% Chardonnay, o que faz com que possa ser chamada de "blanc de blancs". 

Na taça o vinho apresentou uma bonita cor amarelo palha com alguns reflexos já tendendo ao dourado. Uma bonita perlage se formou de forma constante, com bolhas pequenas/médias.

No nariz o vinho se mostrou extremamente fresco e jovem, com aromas essencialmente frutados (maça verde, pêssego) e os típicos de panificação, fermento. Tive impressão também de aromas que lembravam um leve floral, mas não estou tão convicto disso.

Na boca o vinho confirmou as expectativas: muita acidez e frescor, um belo colchão de espuma e um retrogosto extremamente agradável num final frutado e longo.

Por não ser profundo conhecedor, evitarei quaisquer comparações. Mas o vinho me agradou muito, e seu frescor deixava sempre a sensação de que você precisava do próximo gole. Eu gostei!

Até o próximo!

2 comentários:

  1. Caro Victor o floral foi o que mais me marcou neste champa. Maravilhoso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Walter, qta honra você por aqui. Então acho que minha impressão estava certa afinal! Obrigado pelo comentário, e sempre que possível nos brinde com seu conhecimento!

      Grande abraço!

      Excluir