quarta-feira, 23 de maio de 2012

Villa Antinori Toscana IGT 2007

Que o vinho serve para unir as pessoas, para celebrar bons momentos e para enfim animar o espírito estamos cansados de ouvir e vivenciar isso, mas não é que este final de semana elevou ainda mais este patamar e fez jus mais uma vez a todos estes ditados juntos. A convite de um casal de amigos muito querido (Evelyn Fligeri - blog Taças e Rolhas e Alexandre Mathias), fui apreciar um excelente jantar em sua casa também na companhia da grande fotógrafa e também muito querida Nádia Jung (do blog Mundus Vinus). Diante de tamanha hospitalidade e de uma apresentação de cair o queixo desde os menores detalhes com as entradinhas até a preparação do prato principal, risoto de gorgonzola com peras, confesso que me senti intimidado em tentar escrever quaisquer linhas sobre os pratos, aromas e sabores tão pouco consegui ter concentração para avaliar muito bem os vinhos degustados naquela noite. Resolvi apenas escrever umas poucas linhas com o que me lembrei deste vinho uma vez que ele me surpreendeu positivamente. 

A Marchesi Antinori já fora discutida em outro post de um outro vinho deles tão bom quanto o alvo de hoje, por isso não serei repetitivo neste aspecto (relembrem aqui). Também por aqui já teci algumas poucas linhas sobre a denominação de origem dos vinhos italianos e o termo IGT, se quiserem relembrar os convido humildemente a visitarem este outro post aqui.


Bom, focando agora no vinho em questão, este é um corte de 55% Sangiovese, 25% Cabernet Sauvignon, 15% Merlot e 5% Syrah. Depois das etapas de fermentação alcoólica e de fermentação malolática, o vinho segue para um estágio de 12 meses em barricas francesas, húngaras e americanas. Finalmente passa por 8 meses de estágio em garrafa antes de ser liberado para o mercado. Vamos as impressões acerca deste precioso líquido.

Na taça exibiu uma coloração violácea ainda bem intensa e com certo brilho, contrapondo com sua idade e tempo de envelhecimento, denotando que o vinho poderia ter ainda mais tempo de vida pela frente. Mas é claro que isto dependeria de outros fatores, mas já é um primeiro indicativo (vide post anterior).

No nariz o vinho apresentou aromas de frutos vermelhos maduros, algo de tabaco e chocolate. Tudo muito equilibrado e elegante, sem um se sobressair ao outro. Agradou em cheio.

Na boca o vinho apresentou um corpo médio, boa acidez e taninos redondos, macios e bem integrados com os outros elementos do vinho. Retrogosto essencialmente frutado num final de longa duração.

Um excelente vinho, companhias melhores ainda tornaram a noite inesquecível. Tivemos outros vinhos e outros tantos sabores para comentar, mas sinceramente, depois de tudo, eu quis mais é curtir.

Até o próximo!

7 comentários:

  1. Ok, Victor sem dúvida Evelyn & Alexandre ,são uma dupla que se superam, precisamos reconhecer ,ótimos amigos, nos detalhes, mais do que um jantar, foi uma felicidade reconhecer tanta qualidade de todos, entre papos , afinidades eo os vinhos !
    Momentos simplesmente ótimos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nádia,

      Sem dúvida nenhuma, momentos ótimos que ficarão na memória! Tivemos a oportunidade de conhecermos melhor (ao menos no meu caso) pessoas com as quais temos afinidades!

      Excluir
  2. Que delícia de post! Pois é, agradeço os elogios e confesso que esse vinho foi o melhor da noite!! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Evelyn,

      Todos elogios são insuficientes para agradecer a você e ao Alexandre por nos receberem em sua casa e por toda a noite que tivemos.

      Não sei se foi o melhor da noite, foi o que eu ainda conseguir prestar um pouco de atenção.

      Beijos

      Excluir
  3. Concordo com Evelyn:`` o vinho do victor``,foi o melhor...E as palavras dele faço as minhas, foi muito especial tanta delicadeza que não tem descrição ... escrever não é meu forte*
    Beijo para todos!

    ResponderExcluir
  4. Esse vinho é um tiro certo. Difícil não agradar.
    Mais difícil ainda é achar um Antinori q não agrade.

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade mesmo, ainda não provei um Antinori que decepcionasse! Pode ser considerado compra certa, em todas as faixas de preço que provei até agora.

      Abraços

      Excluir