terça-feira, 10 de junho de 2014

Champagne Gosset Excellence Brut: Harmonizando amizades!

A amizade pode ter diversos significados, mas entre eles, alguns se destacam: sentimento de amigo, afeto que liga as pessoas, reciprocidade de afeto e amor. Esse sentimento e essa relação social criam oportunidades ideais para juntarmos as pessoas que nos fazem bem e celebrarmos a vida em qualquer ocasião, não importando o que acontece ao redor. E foi em uma destas oportunidades que juntamos os amigos e degustamos o Champagne Gosset Excellence Brut, e em tamanho família, aliás 3 litros de pura alegria.


A Maison Gosset Champagne é a mais antiga e tradicional casa de Champagne, mantendo seu know how desde 1584. Por mais de quatro séculos, um grande cuidado foi tomado para preservar este know-how da família na confecção de seus vinhos de Champagne. Em 1584, Pierre Gosset, vereador de Ay e viticultor, fazia vinhos tranquilos, principalmente tintos, com as uvas colhidas de suas próprias vinhas. Naqueles dias, dois vinhos disputavam um lugar de destaque na mesa dos reis da França: o vinho de Ay e, a partir de várias centenas de léguas mais ao sul, os vinhos de Beaune. Ambos eram feitos das mesmas variedades de uva: Pinot Noir e Chardonnay. Em seguida, no século 18, os vinhos feitos em Ay e no seu entorno começou a borbulhar. Hoje, os vinhos da Maison Gosset ainda são apresentados na garrafa antiga, idêntica a utilizada desde o século 18. Em 1994, a casa foi vendida ao grupo Renaud-Cointreau (propriedade familiar e também os proprietários de Cognac Frapin). Sob a nova gestão, a Gosset conseguiu aumentar a sua produção para um milhão de garrafas em 2005. A maison é agora liderada por Jean-Pierre Cointreau e exporta 65% de sua produção para mais de 70 países. Em 2009, enquanto se preparava para celebrar o 425o aniversário de Gosset, Jean-Pierre Cointreau tomou a decisão de comprar novas instalações em Epernay: 2 hectares de parque com construções que datam do século 19, mais 1,7 km de caves com uma capacidade de armazenamento de 2, 5 milhões de garrafas e uma cuverie de 26.000 hectolitros. Este novo domínio é uma casa perfeita para a imagem e a reputação da Maison Gosset. Parte da produção ainda está em Ay que permanece sede da Gosset.


Falando um pouco mais sobre o Champagne Gosset Excellence Brut, o mesmo é feito a partir das uvas Chardonnay (36 %), Pinot Noir (45 %) e Pinot Meunier (19%). Pelo que pude apurar, o vinho base amadureceu por pelo menos dois anos em barricas. Não consegui identificar no entanto o período em que o vinho fica em contato com as leveduras na garrafa. Enfim, vamos as impressões.

Na taça o champagne apresentou uma coloração amarelo dourada límpida e brilhante. Borbulhas em abundância, de tamanho bem pequenino e com muita persistência. 

No nariz o champagne mostrou aromas de frutos tropicais e cítricos, como pêssego, maçã verde e abacaxi. Notas de panificação também podem ser notadas. 

Na boca o champagne se apresentou cremoso, encorpado e com uma acidez viva e gulosa. Retrogosto confirma o olfato. O final é de longa duração, muito refrescante.

Agradecer aos amigos e a oportunidade de degustar essa maravilha seria o mínimo. Impressionante o tamanho da garrafa. Torcer e sonhar com outras reuniões como esta é o que me resta. E levantar as mãos para os céus e pedir que as amizades durem para sempre!

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário