quinta-feira, 2 de abril de 2015

Valle Dell'Acate Il Frappato Vittoria 2011: Baita vinho italiano!

Existem dias em que, embora você não esteja esperando ou não criou muita expectativa ao redor de um vinho, você acaba se surpreendendo. Você simplesmente quer um bom vinho, a boa companhia da esposa e momentos agradáveis. Ai você olha a adega e quer fugir um pouco do convencional. É exatamente ai que você descobre aquele vinho de uma uva que você nunca tinha provado e pronto, está ai a decisão. E o vinho que passou por este pequeno relato foi o Valle Dell'Acate Il Frappato Vittoria 2011.


O vinho é produzido pela Vinícola Valle Dell'Acate, uma vinícola siciliana situada no domínio histórico Bidini, entre as colinas sinuosas de Valle del Dirillo. Giuseppe Jacono fundou a cantina no final do século 19. A família Jacono tem sido ativa no cenário viticultural desde que Vittoria foi o epicentro da Sicília para a exportação de vinho para a França. Desde então, esta vocação familiar tem sido salvaguardada e transmitida ao longo de gerações. Foi assim que a Vinícola Valle dell'Acate deu continuidade a esta tradição, especializada no cultivo de uvas autóctones italianas e, principalmente, sicilianas. Hoje a Valle dell'Acate é gerida pela mais recente geração da família Jacono junto com a família Ferreri.

Falando um pouco mais do Valle Dell'Acate Il Frappato Vittoria 2011 propriamente, é feito com uvas 100% Frappato plantadas em uma região mais a lesta dentro da Sicília, na D.O.C Vittoria Il Frappato. O processo de envelhecimento não leva madeira, somente cubas de aço por 6 meses e mais 3 meses em garrafa antes de ser liberado ao mercado. Vamos as impressões?

Na taça o vinho apresentou uma coloração rubi violácea de média intensidade com bom brilho e boa limpidez. Lágrimas finas, em pouca quantidade, rápida e sem cor também compunham o aspecto visual. 

Na nariz o vinho apresentou aromas de frutos vermelhos silvestres, bem frescos, toques florais e de especiarias.

Na boca o vinho apresentou corpo de leve para médio, ótima acidez e taninos finos, granulares e bem marcados. Retrogosto confirma o olfato e o final é de longa e saborosa duração.

Sinceramente? Adorei! Um belo vinho italiano, fresco e guloso, que te fazia buscar mais e mais o próximo gole e, mais do que isso, secou a garrafa numa velocidade assustadora. Para quem não conhece, eu recomendo e muito a prova! Este é trazido pela Vinea.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário