terça-feira, 22 de setembro de 2015

Peñasol Selección Tempranillo Garnacha: Um BBB espanhol!

Em tempos de crise, como os que passamos hoje em dia, nada melhor do que encontrarmos opções mais em conta para produtos que gostamos de consumir. E este vinho que vamos falar hoje, o Peñasol Selección Tempranillo Garnacha, com certeza se encaixa nesta categoria. Veja, não espere qualidade de Grand Cru de Bordeaux aqui mas sim o prazer de conseguir consumir um vinho que se encaixa no dia a dia.


Este vinho é produzido pela Félix Solís, uma empresa familiar dedicada à produção de vinhos de qualidade, suco de uva e sangria. A empresa tem duas adegas nas denominações mais importantes no centro da Espanha; Valdepeñas e La Mancha. A adega de Valdepeñas foi inaugurada em 1975 com algumas das melhores e mais modernas técnicas de produção e engarrafamento disponíveis até então. O site é uma das maiores empresas familiares em termos de recepção de uva, com uma capacidade de colheita diária de 7,5 milhões de quilos e uma adega de vinificação para 175 milhões de quilos de uvas. Para efeitos do envelhecimento tradicional, o site tem uma grande cave com barricas de carvalho americano, necessário para a produção de Crianzas, Reservas e Gran Reservas. A adega lançou com sucesso uma série de marcas, incluindo Vina Albali e Los Molinos, muito conhecidas pelos consumidores espanhóis. Já a adega Félix Solís em La Puebla de Almoradiel está localizada em La Mancha, com uma grande tradição no cultivo de uva e produção de vinho. Suas modernas instalações são perfeitas para a produção de vinhos jovens produzidos com variedades de uvas indígenas e internacionais. A adega de La Mancha teve sua primeira colheita em 2011 e os seus vinhos, Caliza e Vina San Juan, já receberam prêmios em alguns dos concursos de vinhos internacionais de grande prestígio.

Sobre o Peñasol Selección Tempranillo Garnacha, podemos acrescentar que é um vinho considerado um Vino de la Tierra de Castilla, o equivalente ao francês Vin de Pays, sendo uma indicação geográfica para vinhos espanhóis localizada na região autônoma de Castilla La Mancha. É feito a partir de um corte (50% de cada) de uvas Tempranillo e Garnacha sem passagem por madeira. Vamos as impressões?

Na taça o vinho apresentou uma coloração violácea de grande intensidade com bom brilho e boa limpidez. Lágrimas finas, rápidas e coloridas se faziam notar. 

No nariz o vinho apresentou aromas de frutos vermelhos e escuros e leve toque floral.

Na boca o vinho apresentou corpo leve, boa acidez e taninos finos e macios. O retrogosto confirma o olfato e o final era de curta para média duração.

Se você gosta de vinhos simples, sem defeitos e que pode acompanhar desde um papo até comidas mais leves, este pode ser o seu vinho. É vendido na rede Pão de Açúcar por algo em torno de 25 dinheiros e não decepciona, entrega o que promete. Eu recomendo.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário