segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Haras Elegance 2007

Já faz algum tempo eu tempo eu venho contando os dias para que a semana se acabe rápido, mas especialmente nesta última semana que foi pesada, corrida e cansativa, eu contei não somente os minutos mas os segundos e quando eu cheguei em casa na sexta feira, queria mesmo é relaxar. E nada melhor do que comer uma comidinha gostosa e um bom vinho pra acompanhar. O prato da noite era um macarrão do tipo "fusili" de várias cores com molho parecido com carbonara (ovos, presunto e queijo) que depois de cozido foi ao forno para uma espécie de gratinada. Para acompanhar, eu escolhi o vinho do título. Eu sei que a maioria de vocês irá torcer o nariz e dizer que minha escolha não iria harmonizar muito bem, e digo que vocês tem razão, mas eu olhei este vinho na adega, ele olhou pra mim e quis vir pra mesa, não tive muita opção.


Não vou falar muito sobre a vinícola (Haras de Pirque) por que contei bastante sobre a mesma na oportunidade de minha visita ao Chile em abril deste ano (relembrem aqui). Sobre o vinho, o mesmo é elaborado com 85% de uvas Cabernet Sauvignon, 12% de uvas Syrah e 3% de Cabernet Franc, mas por legislação é considerado um varietal Cabernet Sauvignon. Após a fermentação o vinho passa por 16 meses em carvalho francês para afinamento e maturação. Tem percentual de álcool de 14,5% . Vamos as impressões.

Na taça uma bonita cor violácea escura, densa e quase impenetrável. Lágrimas mais grossas com muita cor completam o conjunto visual, não denotando a idade já mais avançada deste vinho.

No nariz o vinho mostrou aromas de frutas escuras, muita especiaria (pimentas e folhas de tempero), madeira, toques mentolados e algo terroso. Bastante complexidade sem no entanto perder a harmonia.

Na boca o vinho se mostrou encorpado, com taninos finos, redondos e de excelente qualidade aliadas a uma acidez ainda bem viva e gostosa. Retrogosto trazia frutas e especiarias num final de longa duração. 

Mais um grande vinho vindo de nossos vizinhos chilenos, que alia aquele poder do novo mundo com certa elegância do velho mundo (dai o nome do mesmo). Foi comprado no varejo da vinícola e infelizmente o valor se perdeu, mas eu recomendo que provem. E sobre a harmonização, realmente não foi das melhores. Mas quem se importa, tanto a comida como o vinho são fantásticos!!

Até o próximo!

2 comentários:

  1. Victor, muito bom gosto, este vinho é um dos melhores desta vinícola.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Evandro,

      Eu tb achei quando visitei a vinícola. Obrigado pela força e pela visita.

      Abração!

      Excluir