sexta-feira, 5 de dezembro de 2014

Bouza Albariño 2013: Frescor e perfume uruguaios na taça!

É sempre bom reunir amigos, e quando estes amigos são tão adeptos do vinho como você, o bicho pega. É tanta garrafa de vinho diferente que as vezes nem conseguimos tomar notas ou fotografar algumas para colocar por aqui e compartilhar com os leitores. Acontece que este não foi o caso aqui e vamos falar de um vinho que um casal de amigos levou em casa em uma dessas "orgias" enofílicas qualquer. Estou falando do Bouza Albariño 2013.


A Bodega Bouza pode ser considerada uma vinícola boutique dado o tamanho de sua produção e está localizada nas cercanias de Montevidéu, no Uruguai. Nasceu como um empreendimento familiar, impulsionado pelo amor ao campo, seus frutos e pela crença de que o trabalho em pequena escala oferece sempre os melhores resultados, acompanhando todo o processo zelosamente, do vinhedo à taça. Tem vinhedos plantados de Alvarinho e Chardonnay quando falamos de cepas brancas e Tannat, Merlot e Tempranillo, sendo que a primeira (Tannat) é considerada a uva símbolo do Uruguai, dada a maneira com que se adaptou ao terroir de lá e como os uruguaios conseguiram domar a antes selvagem e áspera uva.

Já sobre o Bouza Albariño 2013, podemos acrescentar que é um vinho 100% feito com uvas Alvarinho com uma particularidade: 15% do vinho é fermentado em barricas e onde permanece "sur lie" por cerca de meses antes de se combinarem aos 85% restantes para "formar" o vinho final. Atinge 13,5% de graduação alcoólica. Vamos as impressões?

Na taça o vinho apresenta uma bonita coloração amarelo brilhante com alguns reflexos dourados e bem límpido.

No nariz o vinho apresentou aromas de frutos tropicais (pêssego, maracujá) com toques cítricos e florais.

Na boca o vinho mostrou corpo médio com uma acidez gulosa e salivante. Retrogosto confirma o olfato e o final é de média para longa duração. 

Um delicioso e guloso vinho branco uruguaio que pode muito bem ser bebido só ou acompanhando comida. No encontro de nossa confraria, foi praticamente só e a garrafa secou bem rapidinho. Só me faz reforçar a vontade de visitar o Uruguai e algumas vinícolas por lá. Eu recomendo.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário