segunda-feira, 18 de abril de 2016

Casa Lapostolle Grand Seléction Carmenère 2012

O vinho é feito pela famosa vinícola chilena Casa Lapostolle, conhecida pelo projeto Clos Apalta e seus cultuados Carmenères. Do site do importador (Mistral): "A vinícola foi fundada pela francesa Alexandra Marnier-Lapostolle e elabora tintos e brancos de grande classe e muita elegância, cuja inspiração são os melhores vinhos europeus. De imenso prestígio, em poucos anos conseguiu uma verdadeira aclamação da imprensa especializada, estabelecendo-se como um dos mais reputados nomes do Chile. O enólogo da vinícola é o famoso Michel Rolland, talvez o mais célebre e influente enólogo da atualidade. Com seus vinhos de estirpe e sua grande consistência qualitativa, a Casa Lapostolle é, sem dúvida, um dos grandes nomes do vinho no Novo Mundo".


Já sobre o Casa Lapostolle Grand Seléction Carmenère 2012, podemos ainda afirmar que é um vinho produzido a partir de uvas Carmenère e Merlot (93% e 7% respectivamente) de cultivo orgânico da região do Vale do Rapel e cerca de 46% do vinho é maturado em barricas de carvalho francês. Vamos as impressões?

Na taça o vinho apresentou coloração rubi violácea de grande intensidade, bom brilho e limpidez. Lágrimas finas, rápidas e levemente coloridas também faziam parte do conjunto visual.

No nariz o vinho apresentou aromas de frutas vermelhas bem maduras, especiarias, leve toque herbáceo (que não incomoda o nariz), tabaco, algo de terroso e baunilha.

Na boca o vinho apresentou corpo médio+, taninos redondos e boa acidez. O retrogosto confirma o olfato e o final era longo. 

Um belo vinho chileno, fácil e bom de se beber e que, cumpriu de maneira formidável seu papel no dia em que o consumimos: escoltar uma bela pizza. Eu recomendo a prova.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário