terça-feira, 11 de outubro de 2011

Café Journal:uma boa experiência enogastronômica

Este final de semana tive a oportunidade de conhecer uma casa que a tempos tinha interesse, mas que por falta de "coragem" ou mesmo por acabar optando por outras opções, acabava sempre deixando de lado. Neste sábado foi diferente eu eu aproveitei para conhecer o Café Journal, situado na zona Sul de São Paulo, mais especificamente no Bairro de Moema.

Chegando ao local já ficamos impressionados, pois a casa consegue aliar com maestria o ambiente hora rústico, hora requintado. Detalhes com tijolos a vista, antiguidades, artes e mesas com velas fazem do local muito aconchegante. Inicialmente no local funcionava o Bar Café Journal que após a aquisição por parte do empresário Denis Rezende passou a se tornar um reduto de enogastronomia em Sampa. Ao que me parece, dando uma folheada no menu, a influência da cozinha é fortemente italiana, com diversos pratos de massas e carnes em cortes que lembram o país da bota. Além disso, conta com uma invejável adega e uma enomatic, máquina onde o cliente pode experimentar grandes vinhos em taças, com diferentes porções, para ter uma experiência ainda mais interessante.

Quando fomos acomodados em nossa mesa, já pudemos observar o cardápio e a carta de vinhos (que tive que solicitar) e nos fora oferecido o couvert, devidamente listado no cardápio com descrição e preço por pessoa, como manda a nova lei que regulamente o assunto. O couvert era composto por pães, biscoitos, dois tipos de patês e manteiga, repostos sempre que o cliente assim o desejava. As porções eram bem servidas e os componentes muito frescos e gostosos, e eles foram então nossa entrada para a noite. Neste ínterim pudemos pedir nossas bebidas, eu como de praxe fui de vinho e minha namorada de suco. Percebi entretanto uma certa movimentação ao redor de nossa mesa e percebi também que os atendentes de nossa mesa solicitaram a presença do sommelier da casa. Na verdade o vinho que eu havia solicitado não estava disponível (apesar de estar na carta) e então o sommelier veio com uma opção semelhante em preço e tipo de vinho. Aceitei a sugestão (será comentado em um post separado) e continuei saboreando os petiscos. Notei entretanto que uma outra mesa havia pedido um outro vinho e que também não estava disponível. Talvez seja interessante que a casa reveja sua carta e a relação com a adega ou números de vendas. Fica uma dica.
Hora da decisão dos pratos principais e ao passear pelo cardápio não tive dúvida: optei por um ossobuco de vitelo com polenta cremosa e minha namorada foi de picanha assada com batata assada recheada de acompanhamento. Os pratos eram com porções bem servidas e estavam do jeito que solicitamos, a picanha bem passada e o ossobuco suculento!! A preparação a apresentação dos pratos era exemplar, e além de serem muito saborosos eram um deleite visual. Detalhe para a panelinha que continha a polenta que acompanhava meu ossobuco. Confesso que foi até difícil finalizar com todo o prato, tendo sobrado um restinho de polenta. Sem muito espaço para mais nada, tomei apenas um café e pedi a conta.


Não vou dizer que seja barato, mas eu acho que o valor pago foi justo pela comida e serviços oferecidos. Pudemos contar com muita gentileza e bom atendimento nas quase duas horas em que ficamos no restaurante. Recomendo a quem busca um lugar novo, bacana, com boa comida e bebida num bairro já saturado de opções. Especialmente se for a dois.

Até o próximo!

4 comentários:

  1. SEmpre tive curiosidade em conhecer o Café Journal! Acho que vou seguir sua recomendação e almoçar lá, amanhã.
    Ansiosa para saber qual foi o vinho que vc pediu e qual te sugeriram!

    Beijo
    Evelyn

    ResponderExcluir
  2. Evelyn,

    Primeiro obrigado pela visita e pelo comentário.

    Vá mesmo ao Café Journal que eu acho que você não irá se arrepender. Comida de excelente qualidade.

    Continue acompanhando.

    Beijos,

    Victor

    ResponderExcluir
  3. Oi Victor, Obrigado por sua análise, sou Denis Rezende sócio operador do Café Journal, quanto a carta de vinho você tem toda razão, estamos em uma transição de aumento rótulos da Grand Cru, em analise minuciosa degustando dezenas de rótulos,consideramos que o portifólio dos mesmos, estão com muitas oportunidade de qualidade e custo benefício, nessa transição de troca de rótulos nas últimas duas semanas tivemos algumas rótulos em falta que serão substituidos por similares que consideramos melhores em todos os aspectos aos nosssos clientes, A carta de vinhos nova foi impressa ontem e esse problema já esta sanado, saiba que são comentários construtivos como o seu que nos dá a oportunidade de aprimorar nossos produtos e serviços oferecidos, demais comentários me deixaram muito feliz por reforças que os esforços da nossa equipe estão na direção correta. Obrigado Denis Rezende denis@cafejournal.com.br

    ResponderExcluir
  4. Denis,

    Primeiro obrigado pela honra da visita ao blog.

    Eu acho que este tipo de preocupação de prestadores de serviço com as redes sociais, comportamento dos consumidores é muito válida e importante para a captação e manutenção de uma base de clientes. Com seu comentário e explicações, além é claro de minha visita ao local, fazem com que queiramos voltar mais vezes.

    Um abraço,

    Victor

    ResponderExcluir