sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Música e vinho: a vez de Dave Mathews Band

Vimos nos últimos tempos um monte de rock-star associando seus nomes a vinhos (só nos últimos meses vimos os vinhos de Motörhead e AC/DC, e a mais tempo, o Kiss). Esta semana nos deparamos com Dreaming Tree, uma colaboração na Califórnia entre Dave Matthews e o enólogo da Simi, Steve Reeder. 

A idéia surgiu durante um jantar na vinícola de Robert Mondavi elaborado pelo enólogo Genevieve Janssens, preparado pelo chef John Besh e no qual Matthews estava se apresentando. Reeder estava conversando com alguns representantes da marca de vinho Constellation  e alguém disse: "Vamos juntar a música, o vinho e a comida e ver o que acontece", disse-nos Reeder. "O que você acha da Dave Matthews?" Reeder foi perguntado. "Bem, eles fazem boa música..." "E o que você pensa sobre trabalhar com Dave Matthews em um vinho?" lhe foi perguntado. Eu disse: "Sério?" 

Eu pesquisei sobre ele, e eu disse: esse cara é um verdadeiro artista, ele tem uma fazenda, uma pequena vinícola na Virginia. Eu enviei-lhe uma caixa de vinhos Simi e lhe disse para experimentar algumas garrafas e depois me diga do que você gosta. 

"Reeder criou alguns blends e eles apresentaram então três novos vinhos da Dreaming Tree: um Chardonnay da Costa Central da Califórnia, um Cabernet Sauvignon da Costa Norte e um blend tinto, cada um custando cerca de US$ 15; algumas sugestões e receitas para harmonizações também estão disponíveis no site da vinícola. Os vinhos são certificados pelo Instituto do Vinho e estão alinhados com práticas de sustentabilidade como garrafas amigas do meio ambiente, mais leves e outras práticas."Estamos tentando fazer a coisa certa pelas razões certas", disse Reeder. "Dave quer ser socialmente responsável, e ele definitivamente ama o vinho."

Nenhum comentário:

Postar um comentário