sexta-feira, 30 de setembro de 2011

Rock e vinho: parece que a moda pegou

Conforme eu já havia postado por aqui, os caras do AC/DC se associaram a uma vinícola australiana (aqui) e criaram rótulos de vinho que uniam sua marca e músicas com algumas varietais de uva. Agora parece que é a vez do Motörhead fazer a mesma coisa.

Ao que pude apurar, o próprio Lemmy (baixista e vocalista da banda), que entende e gosta de vinhos foi quem selecionou uma vinícola australiana e seu varietal Syrah na colheita de 2010 para estampar no rótulo o nome da banda. O próprio Lemmy ainda deu a seguinte declaração sobre o vinho escohido: "Meu conselho é usa-lo com cuidado, quero dizer, o vinho é enganoso, tudo pode acontecer." O vinho que foi cuidadosamente selecionado por Lemmy é descrito como um vinho de um aroma frutado, com presença de baunilha, amoras, ameixas, eucalipto e alcaçuz. Eles ainda ousadamente dão dicas de harmonizações, como costeletas de cordeiro ou pratos com carne vermelha. Além disso, é possível ainda encontrar acessórios e taças com o logo da banda para a venda.

Infelizmente e costumeiramente estes itens de colecionador não estão ao alcance de nós, brasileiros, por motivos de preço e distância. Atualmente o vinho é disponibilizado em alguns países da Europa somente, e através de vendas on line para outros tantos. Fiquemos na vontade.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário