sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Depois das discussões de Montalcino, Chianti!

Nos últimos dias muito se discutiu em torno da votação dos produtores de Rosso de Montacino a cerca do uso ou não de outras variedades em um blend que estaria um degrau abaixo dos atuais Rosso 100% Sangiovese. Finalmente a votação ocorreu e a maioria dos produtores não aprovou o uso destas outras variedades no blend, continuando assim ambos Brunello e Rosso 100% Sangiovese. 

Por outro lado, gostaria de apresentar uma discussão que li em uma revista de grande porte e que tem alguma relação com o assunto do primeiro parágrafo. Como podemos então aceitar que tenhamos Chiantis e Chiantis Clássicos com até 20% de outras variedades em seus blends? E quando eu digo a gente evidentemente estou generalizando e fazendo com que a pergunta se volte para os produtores e participantes do consórcio também. A mudança de legislação em Chianti e Chianti Clássico é recente, de 1996, mas é uma das mais sem sentido no final das contas, em minha humilde opinião, uma vez que temos alternativas de outras DOCs ou mesmo os IGTs e super toscanos que já contam com muitas variedades internacionais em sua composição.

Já foi amplamente discutido inclusive pelo pessoal de Montalcino que a uva Sangiovese é de difícil cultivo e nem todos os terrenos na Toscana e Itália central se mostram ideais para seu plantio. Mas também é de conhecimento que quando apreciamos um vinho tão particular, é evidentemente que o que buscamos nele sejam estas especifidades que as dificuldades de cultivo trazem com ele. E é por isso que o enófilo existe. Para buscar expandir o paladar, descobrir vinhos, uvas, cortes e regiões novas.

É uma discussão que não deve acabar tão cedo, mas que com o NÃO de Montalcino poderia ser trazido a tona também em Chianti e quem sabe não tenhamos aqueles vinhos de carácter únicos, onde a busca pelo terroir, pelo cuidado no cultivo e pela não padronização dos paladares possa sempre satisfazer os mais exigentes! E para vocês leitores, quais suas opiniões sobre o assunto? Dividam comigo seus pensamentos e opiniões e vamos fomentar a discussão saudável do assunto!

E até o próximo!


Nenhum comentário:

Postar um comentário