terça-feira, 14 de maio de 2013

A primeira vez: conselhos de como se portar em degustações/eventos de vinho

Todos já tivemos dúvidas a este respeito, não importa o quanto conheçamos de vinho. Será um local mais formal, onde somente conhecedores de vinho estarão presentes ou algo mais informal onde a maioria das pessoas que lá estará tem o mesmo nível de conhecimento que você? Como devo me portar uma vez que pouco conheço sobre vinhos e sou normalmente um consumidor de vinhos "doces" ? Inspirado num artigo que li, resolvi colocar algumas informações de lá retiradas e opiniões próprias sobre o assunto. Primeiramente será  preciso separar dois assuntos: o comportamento durante as degustações e eventos de vinho e depois a transição para o mundo dos vinhos finos. 


Com relação a como se portar na degustação/evento a primeira dica é relaxar, pois é muito provável que a grande maioria do público do local (e até alguns expositores) não serão experts no assunto e estarão lá para provar um pouco de muitos vinhos "diferentes" aos que usualmente estão acostumados e irão querer conversar sobre eles. É altamente improvável que alguém lhe coloque em uma sinuca de bico ao perguntar sobre um determinado vinho e sua opinião sobre o mesmo além de encoraja-lo a provas este e outros vinhos e tecer sua opinião, seja ela leiga ou não, sobre o que você acabara de provar.

Para ajudá-lo a se concentrar e degustar uma vasta gama de vinhos a dica é sorver pequenos goles de cada vinho ou mesmo apenas fazer com que o vinho "passeie" em sua boca, cuspindo-o na sequência nos vasilhames disponíveis no local. A dica é observar e ver os que tem um pouco mais de experiência no assunto e tentar "imitá-los" neste quesito. Esta prática de cuspir o vinho é recomendável pois mesmo em pequenas quantidades, os "goles" de vinho vão se somando e o seu grau alcoólico subindo rapidamente. Não exagere. 

Outra dica é, escolha a mesa/stand que irá visitar e tente seguir a sequência proposta pelo expositor. Sinta os aromas, o gosto. Compare os vinhos. Gostou mais do primeiro, segundo? Passe a próxima mesa/stand. Dessa maneira você irá começar a criar "litragem" para efeitos de comparação e finalmente encontrar e retornar ao vinho que mais lhe agradou. 

Felizmente deverão existir maneiras de tomar notas sobre cada vinho degustado, o que invariavelmente irá te ajudar muito a organizar suas idéias e lembranças de cada vinho degustado. Aqui a dica é: escreva tudo que vier a mente sobre determinado vinho (principalmente no começo de suas aventuras no mundo do vinho). O vinho te lembrou um chicle de frutas? Aromas de fezes? Não faz mal, anote tudo e depois compare e leia as notas de degustação do produtor e/ou de especialistas. Assim você poderá criar um banco de dados de termos para degustações futuras. Lembre-se que todo consumidor de vinhos tem seu próprio estilo para descrever um vinho, não existe o certo e errado.

Passando agora ao aspecto da transição dos vinhos considerados "doces" para os vinhos ditos "finos", você provavelmente irá descobrir vinhos mais complexos, mais "pesados" em boca, irá sentir uma secura principalmente na parte frontal da boca quando se tratarem de tintos e que estes vinhos demandam uma atenção maior pra poder entende-los. A dica aqui é começar com vinhos mais leves, mais jovens, com tendência a serem mais frutados e frescos pois a transição será mais suave. Alguns brancos e espumantes ajudam também. Se a sensação de secura na boca começar a pesar, tome um pouco de água e coma alguma coisa como um biscoito de água e sal ou pão, por exemplo. Mas sempre coisas leves, que não influenciem no gosto do vinho quando estiver degustando. 

A dica final é busque sempre vinhos e sensações que lhe deem prazer e continue degustando e tomando notas. Só assim irá evoluir seu paladar e aprenderá a lida com as mais diferentes sensações que os vinhos podem te passar no paladar. Ao longo do tempo você terá uma base de dados de aromas, gostos e tipos de vinho que mais lhe agradam e que você pode se enveredar cada vez mais. Além disso, cursos rápidos e básicos podem lhe dar informações importantes, desde que você escolha a instituição ou professor com cuidado. De resto escolha o vinho que mais te agrada, abra-o e deguste com pessoas com as quais você gosta de estar. Garanto que a experiência será sempre prazerosa.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário