quarta-feira, 29 de maio de 2013

O que faz as uvas tão adequadas para a produção de vinhos?

Já cansamos de ver por ai, sejam em empórios, botecos e afins, bebidas pretensamente chamadas de vinho feitas a partir de várias frutas, não é mesmo? Mas na verdade essas bebidas não são nem de longe parecidas com vinho nem tão pouco seguem os mesmos processos efetuados com as uvas na produção dos vinhos. Então o que torna as uvas tão especiais neste processo?

Na verdade o grande diferencial das uvas em relação a outras frutas é principalmente o equilíbrio existente entre os açúcares naturais da fruta, a acidez presente em sua polpa e também a estrutura de taninos presentes principalmente em sua casca e cabo. As outras frutas podem ser muito ácidas ou muito doces e sem acidez suficientes. Quando vinho é feito com base em outras frutas, a tendência é a adição de açúcar ou água (ou ambos) para criar artificialmente este equilíbrio.

Outro fator que pesa em favor das uvas é que elas necessitam de menos auxílio quando falamos de fermentação, uma vez que elas conseguem converter naturalmente seus açúcares em álcool, enquanto outras frutas não tem nutrientes suficientes e/ou leveduras em sua composição para fazer este processo acontecer facilmente.

Diante dos fatos, sempre que você ver aquela garrafa suspeita em algum lugar, dizendo que é vinho feito a partir de qualquer outra fruta que não seja uva, desconfie. Pode ser que seja gostoso, mas não é vinho.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário