terça-feira, 11 de novembro de 2014

Dificuldades com o "ato de cuspir"em uma degustação de vinhos? Guia rápido!

Para algumas pessoas, uma das partes mais difíceis sobre cuspir durante uma degustação de vinhos está relacionado com a idéia de cuspir em público. Enófilos mais atentos, como nós, sabemos que é amplamente aceito no mundo do vinho e que não é rude cuspir na frente de outros amantes do vinho, ou até mesmo na frente do produtor, que fez o vinho que você está cuspindo. Na maioria das vezes você estará utilizando uma cuspideira, mas em várias circunstâncias outras "artimanhas" podem ser utilizadas tais como: xícaras de café vazias, no cascalho e no sistema de esgotos em pisos das vinícolas, etc. Além disso, se você realmente cuspir os vinhos em uma degustação mostrará também que você está lá para aprender e não para beber e se embriagar.

Foto gentilmente cedida por Evelyn Fligeri do blog Taças e Rolhas

Vamos supor que você está emocionalmente ok com o ato de cuspir, mas é com a forma que você está tendo problemas. Primeiro, relaxe, é só cuspir sem muita ciência envolvida. Contanto que você evite cuspir em outras pessoas, não há realmente nenhuma maneira errada de cuspir, e com a prática você pode trabalhar em seu objetivo e reduzir respingos indesejados. Mas, mesmo depois de certa rodagem no quesito cuspir, as primeiras vezes em um novo recipiente sempre criam a necessidade de certos "ajustes".

Nós, enquanto seres humanos limpos e adeptos de uma boa higiene, cuspimos todos os dias quando escovamos os dentes, e eu imagino que a maioria das vezes não acabamos todo babados com creme dental espalhado na camisa ou com o espelho do banheiro todo respingado, certo? Cuspir o vinho é ainda mais fácil porque a formação de espuma é menor que a do creme dental, por exemplo.

Use os músculos nas laterais do rosto para forçar o líquido para fora, aumentando a velocidade a medida que o líquido vai se aproximando do final. Não force muito líquido para fora de uma vez, porque vai ser mais difícil de controlar o fluxo. Seus lábios devem estar tensionados, com uma pequena abertura para permitir a saída do vinho e mantenha sua língua em um ponto próximo desta abertura com o intuito de orientar a direção do líquido. É mais fácil cuspir quando está perto do recipiente destino, então se coloque sobre ele ou mesmo leve-o até a sua boca, se puder. Apontar para o lado do recipiente, onde é mais silencioso e há menos chance de respingos também poderá ajudar.

Seguindo as dicas e com a prática, tenho certeza de que você não irá encontrar mais problemas e será um expert das cuspideiras. Como tudo na vida, a prática leva a perfeição, ou melhor, próximo da perfeição.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário