segunda-feira, 17 de novembro de 2014

Degustação "Vive La France" por Vinhos de Bicicleta

No último dia 13 de Novembro fiz um pequeno tour por algumas das famosas regiões vitivinícolas francesas durante uma degustação organizada pela Vinhos de Bicicleta em São José dos Campos no interior de São Paulo e conduzida por seu proprietário, Rodrigo Ronconi Ferraz. Os produtores apresentados foram escolhidos pensando também em sua reputação nas suas respectivas regiões. Também com base na culinária francesa, a harmonização foi especialmente preparada pelo chef de cozinha Luis Rocco para a ocasião. Vamos ver o que aconteceu ?


A Vinhos de Bicicleta nasceu primeiramente como um clube de vinhos, depois de uma viagem de seu fundador, Rodrigo Ferraz, a Mendoza na Argentina. Esta viagem tinha como foco bodegas de pequeno porte, as chamadas bodegas boutique ou familiares (já falei sobre isso aqui) e a atmosfera intimista com os vinhos artesanais de cada lugar. Rodeado de história, aromas e sabores, inebriado pela paisagem percorrida, Rodrigo veio com a idéia de fundar um clube de vinhos com foco neste estilo de vinho, e começou a garimpar exemplares ao redor do mundo. Algum tempo depois conseguiu ainda abrir uma loja física com espaço para eventos/degustações e voilá, lá estávamos na sede da Vinhos de Bicicleta. E devo dizer que a loja física deles é muito bacana, uma boa seleção de rótulos, espaço aconchegante e muito bem localizada em São José dos Campos, no interior de São Paulo.


O primeiro vinho da noite vem de uma apelação francesa pouco falada por aqui, Lirac. O vinho: Domaine Lafond Roc-Epine Blanc 2012. Esta é um subregião de Côtes du Rhône que cercea sua irmã mais famosa, Chateneuf du Pape. Este vinho é um blend, como de costume por lá, das uvas Grenache Blanc, Roussane e Viogner. Fica sur lie por 3 meses em barricas. Sua coloração amarelo tem uma certa tendência ao dourado é um show a parte. No nariz, frutos cítricos misturados a mel, plástico e uma leve picância. Ao paladar é muito untuoso mas contrasta com uma acidez gostosa e tem um longo final, que confirma o olfato. Delicioso! Este vinho foi deliciosamente harmonizado com salada de arroz preto e vermelho, frutos do mar e queijo curado.


Depois passamos a um clássico francês, um rosé de Provence. O escolhido foi o Château L'Escarelle Rosé 2013 cuja a apelação é Coteaux Varois en Provence. Feito a partir das uvas Grenache, Cinsault e Syrah, o vinho se mostrou com uma coloração rosa bem clarinha, como casca de cebola roxa cortada bem fininho. Aromas típicos de frutas vermelhas e um toque de pedra molhada. Na boca é extremamente fresco, leve e agradável. Final de média duração. Este é aquele vinho que nos faz pensar imediatamente em verão, beira de piscina, enfim, combina com o clima senegalês que tem feito por aqui. Aqui o vinho foi harmonizado com o famoso camarão a provençal, como manda o figurino.


O terceiro ato não poderia ser diferente e fomos para Bordeaux com  o Château Cabos 2011, um vinho genérico daquela região com uma particularidade no corte: 90% Merlot e 10% Cabernet Franc com passagem em madeira. Vinho rubi de média para grande intensidade. Aromas de couro, tostado, fruta madura e leve toque herbáceo. Famoso vinho mutante, os aromas mudam constantemente com o tempo em taça porém o tostado e o couro prevalecem na maior parte do tempo. Retrogosto extremamente amadeirado, chega a enjoar um pouco. Não faz o gênero elegante. Harmonizado com polenta e creme de parmesão com presunto cru.


E como sempre, ou pelo menos na maioria das vezes, o melhor ficou para o final e viajamos novamente até Côtes du Rhone mas dessa vez pra provar um tinto, o Rasteau Grand Cuvée 2010, a base das uvas Grenache, Carignan e Cinsault. Um vinho rubi violáceo de boa intensidade, aromas de frutas vermelhas, especiarias, baunilha. Encorpado, o vinho mostrou boa acidez e taninos redondos. Final longo e saboroso. Harmonizado também a perfeição com cordeiro desfiado, purê de batatas e cebola caramelizada. A melhor dupla da noite de longe!

Ao final a noite, também era hora de aproveitarmos uma mesa com azeites, queijos e antepastos especialmente preparados para o evento. Era hora de nos despedirmos de mais um evento sensacional. Se estiverem em São José dos Campos e ainda não conhecem a Vinhos de Bicicleta, recomendo que o façam.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário