quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Chateau Ste. Michelle Merlot 2013

Ah os americanos, como eu gosto dos vinhos americanos. Acho que você, assíduos leitores do blog, já devem ter percebido isso não é mesmo? E por isso mesmo que hoje é dia de vinho americano por aqui. Este Chateau Ste. Michelle Columbia Valley Merlot 2013 veio diretamente na bagagem em minha última viagem, vamos ver o que ele tem a oferecer?


O produtor do vinho, Chateau Ste. Michelle, é a vinícola mais antiga do Estado de Washington, localizada perto de Seattle . Por lá se plantam e produzem vinhos baseados em uvas Chardonnay, Cabernet, Merlot e Riesling entre outras, além de ter parcerias de vinificação com dois viticultores: Col Solare é uma aliança com Piero Antinori da Toscana e Eroica Riesling é uma parceria com Ernst Loosen do Mosel, na Alemanha. Foi fundado em 1954 como parte do grupo American Wine Company. A sede da vinícola tem a forma de um castelo de estilo francês e está localizado em 35 ha de terra. 

Sobre o Chateau Ste Michelle Merlot 2013 podemos afirmar que é um vinho que embora rotulado como um varietal Merlot (conforme legislação local) tem em sua composição 85% Merlot, 11% Syrah, 4% de outras variedades tintas que são selecionadas em toda a região do Columbia Valley, em Washington. Após a fermentação o vinho é envelhecido 14 meses em carvalho francês e americano, 32% novo, antes de serem liberado ao mercado. Vamos as impressões?

Na taça o vinho apresentou uma bonita cor violácea de média para grande intensidade, bom brilho e limpidez. Lágrimas finas, de média velocidade e coloridas ajudavam a tingir as paredes da taça.

No nariz o vinho apresentou aromas de frutos vermelhos, especiarias, toques animais e algo de terroso. 

Na boca o vinho apresentou corpo médio para encorpado, boa acidez e taninos sedosos e redondos. O retrogosto confirmava o olfato e o final era de média para longa duração. 

Mais um belo vinho americano degustado e comentado por aqui, e olha que estamos nas faixas mais baixas de preços (ao menos por lá). Como eu gostaria de poder comprar mais vinhos pelo preço pago por lá. E seguimos provando vinhos de diferentes regiões dentro dos EUA. Eu recomendo a prova.

Até o próximo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário