sexta-feira, 10 de junho de 2016

Fèlsina Chianti Classico Riserva 2009

Foi em 1966, quando Domenico Poggiali Fèlsina deu um salto corajoso e comprou a propriedade, a Fattoria di Fèlsina, em um momento em que a viticultura italiana estava lutando para sobreviver, ainda mais em se falando de Chianti e a banalização pela qual a região havia passado, que tudo teve início. Ele optou por investir na qualidade do vinho e a experiência de uma equipa jovem. Sua paixão pelo vinho unida com as competências dos empresários, e sob a sua orientação, eles injetaram a modernidade necessária em seu plano de negócios, sem, contudo, abandonar o espírito da tradição. No espaço de alguns anos, os vinhedos já ocupavam mais de quarenta hectares, e a alma e organização da empresa mudou, também. Na segunda metade da década de 1970, Giuseppe Mazzocolin entrou no negócio da família com a tarefa de desenvolvimento comercial. Seu respeito pela Toscana e pela cultura italiana constituem a base para o crescimento da Fattoria di Fèlsina, abrindo o caminho para o início de seu reconhecimento internacional. Ao lado de produtores como Castello di Ama, Felsina foi uma das vinícolas responsáveis por colocar Chianti Classico no mesmo patamar de qualidade e prestígio do cultuado Brunello di Montalcino.


Sobre o Fèlsina Chianti Classico Riserva 2009, podemos dizer que é um vinho feito 100% com uvas Sangiovese oriundas de vinhedos de mais de 50 anos de idade na comuna de Castelnuovo Berardenga com passagem de 12 meses em barricas pequenas e médias de carvalho além de mais 6 meses em garrafa antes de ser liberado ao mercado. Vamos as impressões?

Na taça o vinho apresentou uma coloração rubi violácea de média intensidade, bom brilho e boa limpidez. Lágrimas finas, rápidas e ligeiramente coloridas também se faziam notar.

No nariz o vinho apresentou aromas de frutos vermelhos silvestres, flores, especiarias e toques minerais. 

Na boca o vinho tinha corpo médio para encorpado, excelente acidez e taninos macios e redondos. O retrogosto confirma o olfato e o final era longo, elegante e incrivelmente saboroso.

Peço desculpas aos meus leitores mas, que puta vinho, impressionante. O vinho é elegante, complexo, saboroso, enfim. delicioso. Eu recomendo a prova.

Até o próximo!

4 comentários:

  1. Mto bom qd um vinho nos causa essa sensação!

    ResponderExcluir
  2. Nem fale, é isto que procuramos sempre nos vinhos, não é?

    ResponderExcluir
  3. Gosto muito dos vinhos da Fèlsina. Estive lá recentemente e realmente os vinhos e a propriedade impressionam.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deve ser um passeio e tanto. Se os vinhos seguirem a linha deste que provei, meu deus!

      Excluir