terça-feira, 21 de julho de 2009

Dolorosas despedidas

André Santos e Cristian choram na despedida do Corinthians


Tossiro Yamamoto, especial para a GE.Net - São Paulo (SP)


O lateral esquerdo André Santos e o volante Cristian se emocionaram bastante ao se despedirem do Corinthians, na manhã desta terça-feira. Os dois jogadores, que na última segunda acertaram transferência para o Fenerbahce, viajam para a Turquia ainda nesta tarde para realizar exames médicos e assinar um contrato de cinco anos com o novo clube.

Em uma rápida passagem pela sala de musculação, Cristian pediu autógrafos na camisa aos companheiros Ronaldo, Chicão e Elias e não se conteve ao abraçá-los. Na sequência, tanto ele como André Santos foram à sala de imprensa e, ao contrário das despedidas convencionais, não esconderam a emoção pela saída. Com lágrimas nos olhos, ambos prometeram um dia retornar ao Parque São Jorge.

Cristian chegou ao Corinthians no ano passado, depois de fazer um bom Campeonato Estadual pelo Flamengo mas não apresentar o mesmo futebol no Campeonato Brasileiro. Com a camisa alvinegra, o jogador conquistou os títulos da Série B, do Campeonato Paulista e da Copa do Brasil.

Em 51 jogos pela equipe alvinegra, Cristian anotou oito gols, o último na semana passada, na vitória por 4 a 3 sobre o Sport, no Pacaembu. Aos 26 anos, ele tem passagens também por Paulista e Atlético-PR.

André Santos tem no Corinthians os mesmos três títulos que o colega. Com passagens por Flamengo, Atlético-MG e Figueirense, foi no Parque São Jorge que o lateral esquerdo despontou para o cenário nacional, sendo convocado pelo técnico Dunga para servir a seleção brasileira na conquista da Copa das Confederações. Em 98 jogos com a camisa alvinegra, anotou 25 gols.


Nota do balaio: Em tempos de futebol profissional e falta de amor a camisa, me emociona esta notícia pois ambos jogadores acreditaram no projeto Corínthians quando muitos rejeitaram o clube por estar na segunda divisão, sempre honraram a camisa do Corínthians e mais do que isso, recolocaram o clube no lugar de onde nunca deveria ter saido: o de vitórias e títulos.

Fico com o coração partido mas desejo acima de tudo muita sorte e felicidade aos dois atletas, pois eles trouxeram estes sentimentos ao Corínthians e a mim e portanto apesar da vontade de dizer que estes não deveriam sair, entendo o lado de ambos e sei que a vida de atleta profissional é muito curta e eles mais do que nunca merecem o pé de meia que irão fazer no futebol europeu, afinal dizem por ai que os salários de ambos no clube turco será cerca de 6 x maior.

Resta agora acreditar na diretoria do clube quando se fala em peças de reposição. Entendo que o meio campo possui algumas peças que podem render o suficiente para suprir ao menos momentaneamente a falta de Cristian (Edu ex – Valência, Jucilei ex – J Malucelli e Moradei ex- Bragantino) porém o trabalho deverá ser mais árduo para a ala esquerda pois com as recentes dispensas e negociações, o Corínthians não possui um jogador de ofício na posição. Entretanto ainda dou um voto de confiança para a atual presidência/diretoria tendo em vista o trabalho executado.

E que venham os próximos títulos!!

Um comentário: