sexta-feira, 3 de julho de 2009

A ignorância transcende o humor

Esta semana, muito feliz para nós corinthianos, trouxe também algumas notícias que vieram a trazer nada mais que indignação e asco de certas pessoas. Todos no Brasil já conhecemos o programa CQC e a revolução que tal programa trouxe para o humor e a crítica politico-social na televisão brasileira. Nesta semana porém, os repórteres Danilo Gentili e Felipe Andreolli foram agredidos quando exerciam sua profissão, cada qual em situações distintas.

O primeiro, conhecido por suas coberturas políticas no senado em Brasília, foi atrás de respostas relacionadas a um assunto que vem tomando o notíciario político dos últimos dias: a campanha pelo afastamento do presidente da casa, José Sarney, e seu envolvimento nos atos secretos entre outros causos do falastrão. Sarney, amparado em suas falcatruas por ninguém menos que o presidente “Mula” e sua trupe, acha que é uma espécie de deus e é intocável, motivo pelo qual foi justificada a truculência com que seus seguranças agarraram Danilo Gentili e o arremessaram ao chão, utilizando-se também de pontapés e safanões contra o repórter. Onde estaria a alardeada liberdade de expressão e de imprenssa? E o livre arbítrio? Cidadãos podem ser agredidos por estarem no pleno exercício de sua profissão? É no mínimo ridicula a situação a que se presta este político que clama por inocência e cultua sua então tão bem falada vida política...

No segundo caso, Felipe Andreolli que costumeiramente faz coberturas esportivas para o programa, além de outras matéria é claro, estava a caminho do Beira-Lixo, ops, Beira-Rio, para acompanhar toda a movimentação da finalíssima da Copa do Brasil entre Corínthians e Internacional quando em sua chegada ao estádio foi cercado por um bando de animais e selvagens que num ato de racismo e discriminação (sim, não só os negros e pardos sofrem preconceitos neste país) começaram a insinuar que o mesmo era corinthiano e paulista (como se isso fosse ofensa) e que merecia ser morto (sim, estas palavras foram utilizadas) e/ou espancado por estes motivos. Justo o povo do sul, que se julga mais culto e educado que os demais dentro do país. Começou então uma sessão de empurrões, pontapés e safanões até que o repórter e sua equipe conseguiram ajuda de alguns seguranças e separaram a confusão. É evidente que nós somos hipócritas por natureza e gostamos de tirar um sarro da cara dos outros torcedores, chamando os são-paulinos de bambis, palmeirenses de porcos e assim por diante mas me parece que a ignorância de alguns pseudo-torcedores do time das bonecas do sul nem gostariam de ouvir tais coisas, afinal já imaginavam o que estava por acontecer no estádio após os 90 minutos. No mínimo lamentável.

Atitudes como as descritas acima só me fazem acreditar cada vez com mais convicção que este país não tem mais jeito mesmo, e que as instituições que detém o poder realmente se lixam para quem busca a verdade ou exerce sua profissão de maneira justa e digna, o que pode incomodar muitas pessoas que não o fazem. Existiria alguma luz no final do túnel? Fica a sugestão para que vocês, leitores ou não do blog, coloquem suas sugestões na caixinha de comentários do balaio. E que Deus nos proteja.

Um comentário:

  1. boo!

    Olá,
    Sou da área de marketing da boo-box, nós somos um Sistema de Publicidade Para Mídias Sociais, intermediando a negociação entre agências, e-commerces e publishers como você. Estou entrando em contato pois gostei bastante do conteúdo do seu site e vislumbro ótimas oportunidades de obtenção de receita.

    Graças a nossa presença constante nos meios de comunicação voltados para as agências temos tido uma grande demanda e precisamos de sites como o seu para dar vazão.

    Vitrine Publicitária
    Meio & Mensagem
    Propaganda e Marketing

    A implementação é bastante simples e eu me disponho a te ajudar no passo-a-passo.
    Caso seja do seu interesse, por favor, entre em contato comigo!

    Abraços,
    Rafaella

    ResponderExcluir